Administração

Vale a pena fazer administração hoje em dia? Entenda aqui!

vale a pena fazer administração

Você provavelmente já parou para pensar sobre qual curso vai fazer na graduação — uma escolha importante para o futuro de qualquer pessoa. Muitas dúvidas surgem nesse momento e vários fatores devem ser considerados. Afinal, como saber de antemão se a faculdade de administração vale a pena?

No momento de escolher uma faculdade para cursar e, consequentemente, seguir carreira na área, é preciso avaliar se a relação custo-benefício compensa. Ou seja, se o tempo e o dinheiro investidos na formação trarão satisfação pessoal e retorno vantajoso para a vida profissional.

Uma das graduações mais demandadas pelo mercado de trabalho, atualmente, é a administração de empresas. Estar bem informado sobre as principais características desse campo de formação e atuação é muito importante, pois ajuda a direcionar as escolhas para que sejam acertadas.

Vale a pena fazer administração? Neste post, vamos ajudar você a chegar a uma conclusão. Apresentamos abaixo algumas das oportunidades mais relevantes na área e as exigências do mercado, bem como o que é necessário para que o administrador possa se destacar. Continue a leitura e descubra as vantagens de fazer o curso!

Por que a faculdade de administração vale a pena?

O curso de administração é um dos mais tradicionais no Brasil, estando ao lado de graduações fundamentais para a vida em sociedade, como os bacharelados em engenharia, medicina e direito. O que diferencia o administrador dos outros profissionais é a ampla gama de conhecimento adquirido durante a graduação.

Você já deve ter escutado que quem faz administração não sabe o que quer, ou algo parecido com isso. Vamos contar um segredo para você: esse é um dos maiores mitos que existem.

A importância da administração está diretamente relacionada ao tipo de formação oferecida, com uma diversidade de disciplinas que possibilitam gerenciar desde negócios próprios até multinacionais. Dessa forma, são muitas as possibilidades de atuação profissional.

Assim como engenheiros, médicos e advogados são necessários para que os diferentes setores sociais funcionem de modo adequado, a presença do administrador nos mais diferentes segmentos é fundamental para um bom gerenciamento dos recursos humanos, materiais e financeiros.

Abrir uma empresa sem um planejamento estratégico, sem pensar no controle das finanças, sem avaliar as necessidades de recursos humanos e/ou sem a habilidade para gerir as pessoas é criar um negócio fadado ao fracasso. Essa é a diferença básica entre ter ou não ter um administrador à frente das decisões.

Isso significa que a área de administração continua — e muito provavelmente sempre se manterá — em alta e com grande procura, tanto de empresas privadas quanto de instituições públicas.

Lembrando que as organizações buscam pessoas com boa formação, por isso, a instituição de ensino deve ser escolhida com cuidado. Dessa maneira, você tem mais condições de se qualificar e estar mais preparado para o mercado.

Quais são as áreas de atuação e as oportunidades de trabalho?

A administração tem entre suas características mais marcantes a generalidade de formação acadêmica e a flexibilidade de atuação profissional. Isso significa que a pessoa que se forma nesse curso tem habilidades e competências técnicas para trabalhar em diferentes áreas, podendo estar inserida nos mais variados segmentos de mercado.

Entre as muitas áreas de atuação do administrador, destacamos algumas delas e as principais funções:

  • auditoria: examinar os processos de uma empresa, averiguando a sua validade em relação a leis e planejamentos;
  • comércio exterior: negociar produtos e serviços entre diferentes países;
  • controle de produção: dar suporte às tomadas de decisões da equipe de produção;
  • gestão comercial: gerenciar empresas dentro do comércio varejista;
  • gestão de processos: une a gestão de negócios com a tecnologia no intuito de melhorar os processos como um todo;
  • gestão de recursos humanos: gerenciar o recrutamento, o treinamento e o plano de carreira dos colaboradores;
  • gestão financeira: controlar e planejar as finanças. Aplicar e captar recursos para o negócio;
  • gestão de marketing: analisar, desenvolver e aplicar os mecanismos de marketing;
  • logística: cuidar da armazenagem, da distribuição e do transporte de produtos;
  • planejamento estratégico: auxiliar os gestores a criar estratégias, definindo metas e objetivos.

A lista é grande, mas não para por aí. Há ainda outras áreas de atuação no mercado de trabalho, como: administração hospitalar, administração de sistemas de informações, gestão ambiental, gestão de qualidade, administração rural, administração pública etc.

Como você pôde ver, esses campos de trabalho estão presentes em diversos ramos e geram a possibilidade de o administrador ocupar vários tipos de cargos.

Nessa perspectiva, as oportunidades para um profissional formado em administração são muitas. Ele pode atuar em cargos mais técnicos — como de consultor, analista e auditor — ou gerenciais, que abrangem as funções de coordenador, chefe de equipe e gerente, por exemplo.

Também há a possibilidade de escolher a área acadêmica, atuando como professor de disciplinas do curso de administração em escolas técnicas e faculdades. Tantas oportunidades mostram que vale a pena fazer administração, desde que você esteja capacitado para apresentar um bom desempenho.

O que o mercado espera de um administrador?

O mundo está em constante transformação e, com ele, mudam também as características e as exigências do mercado de trabalho. Esse cenário não é diferente para a área de administração, sendo essencial que o profissional se adapte de maneira satisfatória às tendências que vão surgindo. Para isso, é fundamental saber o que o mercado espera de um administrador.

De acordo com o “pai” da administração, Peter Drucker, “não podemos prever o futuro, mas podemos criá-lo”. Por isso, a função do administrador é desenvolver os processos pensando em resultados. O administrador precisa, para isso, planejar, organizar, articular, controlar e liderar de maneira eficaz os objetivos de um negócio.

O mercado valoriza muitas habilidades que levem o administrador a melhorar o próprio desempenho. Assim, além de ter a formação possibilitada pelo curso de administração, o profissional graduado na área precisa ter outros conhecimentos, como os relacionados à informática, à manipulação de dispositivos tecnológicos e aos processos produtivos sustentáveis.

Criar uma planilha no Excel, digitar um texto no Word, verificar um e-mail e ter habilidade para usar um aplicativo são requisitos básicos na contratação de um profissional de administração. Além disso, níveis cada vez mais altos de inglês estão sendo exigidos.

É importante ressaltar que um dos diferenciais do administrador é o fato de ele estudar, durante a graduação, disciplinas voltadas para a psicologia. Dessa forma, ele aprende a lidar melhor com as pessoas e com o trabalho em grupo. Esse é mais um motivo que mostra que a faculdade de administração vale a pena.

Embora trabalhe bastante com dados quantitativos, o administrador lida diretamente com pessoas. Isso torna necessário que ele tenha habilidades interpessoais bem desenvolvidas para gerenciar recursos humanos, resolver conflitos e tomar decisões estratégicas.

Ter essa competência é uma propriedade de grande valor para o mercado, que procura profissionais assim. Por isso, ao longo do curso, o estudante deve valorizar disciplinas voltadas para as humanidades e aplicá-las no seu dia a dia. Sem dúvida, vale a pena fazer administração, porque o estudante adquire conhecimentos para ser melhor em termos pessoais e profissionais.

Como o administrador pode se diferenciar?

Inovação. Essa é uma das palavras-chave para o administrador que deseja se destacar em um mercado concorrido. Ou você acompanha o que há de novo ou fica para trás e logo é ultrapassado pelos concorrentes.

Por mais que as oportunidades de trabalho sejam variadas, a concorrência também é alta, pois, afinal, uma área com tantas vantagens chama a atenção de muitas pessoas. Assim, para que o administrador possa ser bem-sucedido em sua carreira, ocupando os melhores cargos e recebendo os salários mais altos, ele deve buscar meios para se diferenciar dos seus concorrentes.

Outra forma eficiente de ter esse diferencial e, consequentemente, obter vantagens na busca pelos melhores empregos é a qualificação. A maioria das áreas estudadas durante o curso é oferecida em formatos mais específicos, como MBA — sigla inglesa de Mestre em Administração e Negócios — e pós-graduações.

Por isso, é muito importante que, após concluir a sua graduação, o administrador não pare de estudar. Ele deve fazer capacitações de curta duração e cursos de pós-graduação lato sensu — especializações ou MBAs.

Para escolher a especialização mais adequada ao currículo, é importante que o profissional defina as suas preferências de atuação, ao mesmo tempo que busca estar condizente com as demandas do mercado.

Atualmente, os cursos de especialização em marketing de varejo, logística, comunicação organizacional integrada e gestão financeira são opções que trazem grande diferencial para o administrador.

Powered by Rock Convert

Além disso, os cursos de complementação profissional são capazes de dar uma guinada no currículo, já que propiciam qualificações extras.

Fazem parte dessas possibilidades de formação os cursos de idiomas, principalmente de inglês, e as capacitações relacionadas à administração, como os cursos de curta duração na área de empreendedorismo, contabilidade geral, tributos e inovação.

Quais são as vantagens de cursar administração?

São muitas as vantagens de fazer administração. Elencamos as principais abaixo. Confira!

Formação ampla e diversificada

Com duração média que varia entre 3 e 4 anos, esse curso superior possibilita uma inserção relativamente rápida no mercado, em comparação a outras graduações, conferindo capacitação técnica ampla e bastante diversificada.

Flexibilidade de carreira

Por ser uma graduação considerada generalista, ou seja, que abrange todas as situações de uma organização, o profissional poderá trabalhar em pequenas e grandes empresas, como escolas, indústrias, comércios, hospitais, órgãos públicos, ONGs etc. Pode também optar por usar o título de bacharel para concorrer a vagas de concursos públicos e de ingresso em outras graduações para obtenção de segundo título.

Oportunidades em diversos setores

Um curso de administração prepara o estudante para que, depois de formado, possa atuar como gestor em várias instituições.

Fazer essa faculdade agrega duas características fundamentais ao profissional: possibilita uma visão abrangente sobre todas as etapas produtivas e financeiras de uma determinada instituição e fornece conhecimento técnico para a abertura do próprio negócio.

Espaço para o empreendedor

Você já ouviu falar que tem gente com alma de empreendedor? Essa é uma afirmação muito questionada entre os administradores, porque eles acreditam que o curso, sim, é uma possibilidade de transformá-los em empresários de sucesso.

Para quem acredita que isso seja nato, a faculdade de administração vale a pena, pois contribui para descobrir o empreendedor que há em você. Dessa maneira, o curso é a hora de aprender a pensar grande e sair da mesmice, a qual é responsável por muitas empresas quebrarem rapidamente.

Altos níveis de realização pessoal

O curso de administração muda a forma como enxergamos o mundo, proporcionando uma base sólida para lidarmos com os problemas e as decepções durante nossa vida, seja pessoal, seja profissional.

Fazer com que as coisas funcionem e saber lidar com os imprevistos é uma característica do administrador de sucesso. Esse é mais um fator que indica como vale a pena fazer administração.

A busca por um mundo melhor é a função principal do administrador — que, unido aos outros profissionais essenciais à nossa sobrevivência, pode “gerir” a qualidade de vida das empresas e de seus colaboradores.

Quais são os salários de cada função do administrador?

De acordo com a Catho, os salários para os cargos que exigem o curso de administração como requisito mínimo variam de R$ 2.000 a R$ 5.000. Para um analista iniciante em uma pequena empresa, os salários podem bater os R$ 4.000.

Esses valores variam de acordo com a região do país e com os outros requisitos solicitados pela empresa contratante. Mas, no geral podemos encontrar:

  • supervisor administrativo: entre R$ 2.600 e R$ 3.000;
  • analista administrativo: entre R$ 2.000 e R$ 3.000;
  • gerente: mais de R$ 3.000;
  • analista de planejamento: mais de R$ 3.500;
  • analista de marketing: entre R$ 2.000 e R$ 2.600;
  • analista de vendas: entre R$ 2.000 e R$ 3.000;
  • analista financeiro: mais de R$ 2.500.

É claro que também existem aquelas vagas em que o administrador vai faturar mais de R$ 10.000 por mês, como os diretores de pequenas empresas que recebem uma média de R$ 14.000 mensais, e os de grandes organizações, que têm salários de mais de R$ 20.000 por mês. Contudo, isso é resultado da construção de uma carreira sólida e promissora dentro de uma companhia.

A variedade de vagas no mercado de trabalho e os salários iniciais mostram que essa é uma profissão que sempre estará em alta. Além disso, a valorização da carreira é reflexo do número crescente de pessoas qualificadas, habilidosas e cheias de atitude, que não têm medo de mudanças e buscam sempre ampliar seus conhecimentos.

Para ter sucesso como administrador, é essencial que você se prepare de forma adequada, dedicando-se à sua formação e buscando seguir as tendências e demandas da profissão.

Quais são as principais matérias?

Você já sabe muito sobre a carreira de administrador, não é mesmo? Mas será que está faltando algo importante? A resposta é sim e envolve a necessidade de conhecer melhor o curso de administração.

Pensando nisso, abordaremos as principais disciplinas dessa graduação de maneira bem didática para você avaliar se tem perfil para investir na área. Acompanhe!

Teoria Geral da Administração

O universitário recebe orientações sobre as principais teorias e conceitos aplicados pelos administradores. O foco é abordar os estudos sobre os princípios da administração, de Henri Fayol, a teoria da administração científica, criada por Taylor Ford, além das novas tendências da área.

Economia, Finanças e Contabilidade

Um bom administrador necessita ter um bom conhecimento sobre o cenário econômico. Ele também precisa ter noções sobre orçamento, patrimônio e balanço contábil. Por isso, essa disciplina é importante para o profissional ser capaz de fazer o planejamento financeiro e a gestão patrimonial.

Cálculo e Matemática Financeira

Essas duas matérias preparam o estudante para executar uma administração financeira de alto nível em qualquer instituição. Isso ocorre porque proporcionam um amplo conhecimento sobre conceitos lógicos e racionais que devem ser aplicados no dia a dia das organizações.

Metodologia de Pesquisa

É considerada uma das disciplinas mais importantes em vários cursos de ensino superior. Essa matéria possibilita ao estudante conhecer os procedimentos necessários para a realização de pesquisas acadêmicas e a elaboração da monografia do trabalho de conclusão de curso.

Estatística

Tem como meta tornar o aluno capaz de medir e analisar dados relativos à atividade-fim da empresa. Esse conhecimento é primordial para compreender as tendências do mercado e a postura do público-alvo.

Recursos Humanos e Gestão de Pessoas

São matérias que propiciam aos estudantes compreender os processos ligados à administração de pessoas em uma organização. Os alunos aprendem sobre o plano de cargos e salários, o processo de contratação e a política de desempenho. Eles ainda são orientados a analisar o perfil das equipes e a estimular a boa convivência entre os funcionários, o que favorece a produtividade.

Direito

Entender o funcionamento das leis e os trâmites de um processo na Justiça prepara o estudante para enfrentar eventuais problemas jurídicos relacionados a uma organização. Além disso, permite ao futuro administrador ter noções de como obedecer às regras previstas na legislação, o que garante mais tranquilidade para a instituição desenvolver as suas atividades.

Marketing e Planejamento Estratégico

São duas disciplinas valiosas para a carreira. O marketing auxilia o profissional a pensar como os produtos e serviços podem ser oferecidos ao público-alvo de maneira atraente. O planejamento estratégico permite ter uma visão ampla da instituição e prepará-la para crescer de forma sustentável, por meio de indicadores de desempenho e metas.

A faculdade de administração vale a pena, principalmente quando você assimila o conteúdo das matérias com facilidade. Isso tem mais chances de ocorrer ao optar por uma instituição de nível superior reconhecida no mercado.

Na Faculdade de Rondônia (FARO), o estudante tem à disposição professores qualificados, infraestrutura de alto nível e orientação para ter mais chances de conquistar um estágio e um emprego.

Ainda tem dúvidas se vale a pena fazer administração? Após a leitura do nosso artigo, você deve ter percebido que esse curso não apenas compensa, como também é uma excelente possibilidade de formação, com muitas opções de atuação no mercado.

Gostou deste post e deseja obter mais informações para saber se a faculdade de administração vale a pena? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e tenha mais confiança na hora de escolher a sua profissão!

2 comentários

  • Obrigado pelo texto.
    Sou engenheiro e também conclui segunda graduação em administração e possuo duas pós em Engenharia. Estou escrevendo para acabar abrir a mente cadeada de alguns indivíduos que pensam que esse curso ou aquele é melhor porque é mais fácil ou mais difícil. Passar nas disciplinas não significa que um engenheiro será bom ou um administrador terá sucesso. As áreas se somam, não são excludentes, assim na engenharia é evidente que se estuda mais cálculos e na administração pode-se aprofundar mais em RH, marketing, finanças,etc.

  • Esqueceu de fazer menção dos cursos de capacitação continua que fazem que os profissionais de outras especialidades saibam ou conheçam as principais matérias da administração, é por isso que a nossa especialidade poderia desaparecer até o 2030, alem da tenologia, as universidades e faculdades estão outorgando cursos assim. Vamos perder maiores espaços de trabalho frente aquelas disciplinas como auditoria, psicologia, sistemas, advogacia e outros.

Deixar comentário.

Share This
0