Estudos

Será que passei no Enem? Largue o gabarito e vamos conversar

Muitos estudantes se prepararam para obter um excelente desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Afinal, esse teste é a principal oportunidade para você e outros jovens entrarem no ensino superior. O famoso “passei no Enem”, com certeza, é motivo de muita alegria.

Para atingir uma performance acima da média, é fundamental ter foco em resultados. Além disso, o candidato deve estar atento aos benefícios proporcionados por conseguir uma boa nota no Exame, como escolher uma faculdade qualificada para fazer a graduação.

Neste post, destacaremos o que você deve fazer depois da realização das provas com o objetivo de ajudá-lo a tomar a melhor decisão para o seu futuro. Confira!

Procure descansar

Considerando que você se esforçou bastante ao longo do ano, vale a pena reservar um período para o descanso. Além de ter enfrentado provas difíceis e cansativas, teve uma rotina pesada de estudos.

As duas últimas semanas que antecedem ao teste costumam ser marcadas por muita ansiedade. Por isso, a recomendação é recarregar as baterias para retomar as atividades com força máxima.

Ao dizer “passei no Enem”, lembre-se de que você somente cumpriu uma etapa para chegar ao mercado de trabalho e iniciar uma trajetória de sucesso.

Tenha paciência com relação à nota

Acertar muitas questões nem sempre é a garantia de que você conseguiu a nota dos seus sonhos no Enem. Isso porque o Ministério da Educação (MEC) adota um modelo diferente para calcular a pontuação dos estudantes, intitulado Teoria de Resposta ao Item (TRI).

Ele se baseia em um cálculo complexo que leva em consideração uma escala, dividida em questões fáceis, médias e difíceis de serem resolvidas. Além disso, avalia o desempenho de todos os candidatos em cada item.

Com base no TRI, é verificada a coerência do candidato durante o Enem. Um estudante, por exemplo, acertou 20 questões na prova de Matemática e suas Tecnologias. Desse total, 10 foram consideradas simples, 5 médias e 5 complexas. Ao constatar que o estudante errou alguns itens de fácil resolução, conclui-se que ele chutou os mais complicados.

Esse modelo faz com que haja uma variação entre as notas máximas e mínimas a cada edição. Normalmente, o resultado individual é divulgado no final de dezembro ou no começo de janeiro, obrigando os candidatos a terem bastante paciência.

Com a liberação do boletim de desempenho individual, você tem acesso ao rendimento nas quatro provas objetivas e na redação. Assim, pode escolher a melhor instituição de ensino superior para iniciar os estudos, desde que a sua nota permita ocupar uma das vagas.  

Fique atento ao Sisu

É muito bom dizer “passei no Enem”, mas é preciso ter cuidado para a empolgação não virar tristeza. Se deseja estudar em uma universidade pública, a dica é acompanhar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que utiliza a nota do Enem na seleção de candidatos para a graduação em instituições públicas de ensino superior.

Há oportunidades em diversos cursos, como Artes, Biologia, Comunicação, Direito, Engenharia, Medicina, Psicologia etc. Somente podem se inscrever no Sisu os que obtiveram uma nota superior a zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio mais recente.

Embora seja simples se habilitar no Sistema, a conquista de uma vaga não é fácil. Nos cursos com maior concorrência, é preciso fazer mais de 800 pontos para ficar com uma vaga. As inscrições para o Sisu começam em janeiro. Elas são reabertas no segundo semestre, quando há uma segunda edição com a oferta das vagas não preenchidas no começo do ano.

Pense no Prouni com carinho

O Programa Universidade para Todos (Prouni) é destinado para os que desejam uma bolsa de estudos para frequentar uma instituição privada de ensino superior. Ele é uma iniciativa do Governo Federal, que paga as mensalidades de forma integral ou parcial (desconto de 50%).

O início do Prouni ocorre logo depois do Sisu. O programa atende apenas aos que estão dentro dos parâmetros de formação e renda estipulados pelo Ministério da Educação. Apenas podem participar os que conseguiram, na edição mais recente do Enem, uma média de 450 pontos nas provas e uma nota maior que zero na redação.

O Prouni também apresenta uma alta concorrência. Uma prova é que graduações como Medicina e Direito podem exigir notas acima de 700 pontos. O processo seletivo acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre. Por isso, afirmar o famoso “passei no Enem” exige muita pesquisa e paciência.

Fique de olho no Fies

Caso não tenha obtido sucesso com o Sisu e o Prouni, é possível realizar o sonho do curso superior por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Essa ação do Governo Federal permite que o estudante quite as mensalidades com várias vantagens em relação ao crédito universitário privado.

Um dos motivos é que a taxa de juros das parcelas é inferior se compararmos com as outras adotadas pelo mercado. A abertura das inscrições acontece depois da publicação do resultado do Prouni, que ocorre no final de janeiro ou no início de fevereiro.

Podem ser contemplados pelo Fies os que estiverem dentro dos parâmetros de renda familiar determinados pelo MEC e terem participado de qualquer edição do Enem, desde 2010. Também é necessário atingir a nota mínima de 450 pontos na média das provas e desempenho superior a zero na redação.

Avalie o vestibular agendado

Existem instituições de ensino superior que promovem o vestibular agendado com oferta de vagas para a graduação. Dependendo da faculdade, é possível que o candidato utilize a nota do Enem para disputar o processo seletivo e iniciar os estudos. Sem dúvida, essa modalidade de seleção é uma boa alternativa para os que desejam obter uma boa qualificação e aumentar as chances de entrar no mercado de trabalho. 

Entenda por que é preciso ter calma para dizer “passei no Enem!”

Chegar ao ensino superior não é nada fácil. É importante que você saiba disso para ter um maior foco na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio. Muitas faculdades adotam a nota obtida como parte do processo seletivo.

Então, é preciso ter bastante calma para que a maratona de estudos não prejudique o seu rendimento durante os testes. Na véspera das provas, procure descansar bastante e tirar, no máximo, uma dúvida de maneira bem rápida. Estar com a mente cansada para resolver as questões é um erro que você deve evitar.

Com determinação e persistência, você poderá dizer “passei no Enem” e estudar na faculdade dos seus sonhos. Para isso, esteja motivado para alcançar os objetivos e superar as dificuldades ao longo do caminho.

Se você está interessado em se preparar adequadamente para a prova e escolher a graduação ideal, assine a nossa newsletter agora mesmo! Estar bem informado é uma boa maneira de tomar as melhores decisões.

 

Deixar comentário.

Share This
0