Carreiras

Separamos as 4 profissões em alta no mercado de trabalho para ter atenção

O mercado de trabalho está se renovando de forma muito rápida. A transformação digital, caracterizada pela adoção de ferramentas e estratégias voltadas para a tecnologia, tem feito com que algumas atividades profissionais se tornem obsoletas enquanto outras ganham projeção. Por isso, antes de investir em uma carreira, é importante conhecer as profissões em alta no mercado de trabalho.

Para ajudar você nessa tarefa, selecionamos quatro profissões que estão se destacando. Saiba quais são e o que é preciso fazer para ocupar uma vaga nessas áreas!

Por que você deve conhecer o mercado de trabalho antes de escolher uma profissão?

O diploma universitário, de graduação ou pós-graduação, é o melhor caminho para conseguir melhores empregos, com salários mais elevados. Isso é um fato incontestável. Segundo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Economia (IBGE), uma pessoa com diploma universitário, no Brasil, ganha, em média, três vezes mais do que quem tem apenas o nível médio.

A média salarial para profissionais com ensino superior é de R$ 5.110,00 contra R$ 1.727,00 dos profissionais com ensino médio. Fica evidente a importância de investir na carreira. Mas a questão é que, para ser bem-sucedido, não basta apenas conquistar o diploma. É fundamental escolher uma área com a qual você tenha afinidade e, principalmente, que esteja em alta no mercado de trabalho.

Para se ter uma ideia, a maior parte dos brasileiros com nível universitário não trabalha na mesma área de formação. Existem muitos fatores por trás desse dado, mas o mais forte deles é que o mercado de trabalho se transforma muito rapidamente, tornando difícil a adaptação tanto das universidades quanto dos profissionais.

Por isso é tão importante conhecer as profissões em alta e entender o que está sendo projetado para o futuro. Você já deve ter ouvido falar que algumas ocupações vão deixar de existir em algum tempo. Mas já parou para pensar naquelas que serão criadas ou fortalecidas com essas mudanças? É o que vamos detalhar agora. Continue a leitura!

Quais são as profissões em alta no mercado de trabalho?

Se você sonha com uma remuneração elevada, podendo passar dos R$ 30 mil mensais, então, você deve conferir estas quatro profissões em alta no mercado de trabalho!

1. Cientista de dados contábeis

A contabilidade é uma área profissional excelente para quem gosta de trabalhar com números. O mercado de trabalho para os contadores é estável, afinal de contas, esse profissional é indispensável para as empresas. Mas as oportunidades têm aumentado com o avanço da tecnologia e o surgimento da Contabilidade 4.0.

Um dos fenômenos que tem impulsionado a contabilidade é o Big Data. O grande volume de dados à disposição das empresas também precisa ser analisado e gerenciado pelo contador. Esse contexto abre espaço para o cientista de dados contábeis.

O que faz um cientista de dados contábeis?

O cientista de dados contábeis é o profissional capaz de captar, coletar e explorar dados, gerando informações estratégicas para as empresas. Para isso, precisa dominar ferramentas de Business Intelligence (BI), desenvolvidas para favorecer a análise estratégica de dados.

Como se tornar um cientista de dados contábeis?

Não existe um curso de graduação destinado à formação do cientista de dados contábeis. Para atuar na área, o ideal é que o profissional seja formado em Contabilidade e busque especializações compatíveis com a carreira, como MBA em Business Intelligence e cursos de formação de cientista de dados.

Qual é a remuneração?

De acordo com o Guia Salarial apurado pela consultoria Robert Half, a remuneração para de um cientista de dados varia entre R$ 12 mil e R$ 22 mil.

2. Controller

Preocupações com transparência, governança e uniformização de normas também estão movimentando a área e abrindo novas oportunidades no ramo de finanças e contabilidade. Uma das carreiras em ascensão é a de controller, ou gestor de controladoria.

O que faz um controller?

O papel do controller é coordenar todos os processos que envolvem questões econômicas, financeiras, contábeis e patrimoniais. Sua principal responsabilidade é garantir que as atividades sejam executadas em conformidade com as regras, normas e políticas internas.

Como se tornar um controller?

Em geral, o profissional que atua como controller é formado em contabilidade ou administração. Mas só a graduação não basta. É importante buscar especializações, como MBA em Controller (ou controladoria), gestão financeira etc.

Qual é a remuneração?

De acordo com o Guia Salarial da Robert Half, a remuneração de um controller, em empresas de pequeno e médio porte, varia entre R$ 10,5 mil e R$ 25 mil. Nas organizações de grande porte, a faixa fica entre R$ 19 mil e R$ 35 mil.

3. Engenheiro civil

O mercado de trabalho para o engenheiro civil também passa por transformações. Para quem souber se ajustar a elas, há boas oportunidades.

O que faz um engenheiro civil?

O engenheiro civil é formado para atuar na construção civil, construindo imóveis, residenciais ou comerciais, e executando grandes obras de infraestrutura.

Como se tornar um engenheiro civil do futuro?

A formação principal deve ser em engenharia civil. Quanto às especializações, o profissional deve buscar formações complementares voltadas para o uso de novos materiais em construção, sustentabilidade e cidades inteligentes.

Qual é a remuneração?

De acordo com o Guia Salarial da Robert Half, a remuneração para do engenheiro civil varia entre R$ 6,7 mil e R$ 10 mil.

4. Gerente jurídico

Segundo a consultoria Robert Half, um dos cargos de maior destaque no Direito é o de gerente jurídico. Saiba mais sobre a profissão:

O que faz um gerente jurídico?

As atribuições do gerente jurídico incluem a gestão das atividades do departamento jurídico das empresas. O profissional deve, ainda, acompanhar as ações judiciais enfrentadas pela organização, agindo em favor dos seus interesses. Vale reforçar que a tecnologia também está influenciando a área.

Como se tornar um gerente jurídico?

Para atuar como gerente jurídico é preciso ter formação em Direito. Para alcançar boas posições no mercado, o ideal é que o profissional incremente o currículo. De acordo com apuração do site Catho, 73% dos gerentes jurídicos têm pós-graduação e 43% têm inglês intermediário.

Qual é a remuneração?

De acordo com o Guia Salarial da Robert Half, a remuneração do gerente jurídico varia entre R$ 11,5 mil e R$ 23 mil.

Vale sempre lembrar que, tão importante quanto conhecer as profissões em alta no mercado de trabalho, é identificar, também, as carreiras mais compatíveis com o seu perfil.

Além disso, verifique se elas podem te oferecer uma carreira de sucesso. Fique no nosso blog e saiba como alcançar esse objetivo!

 

Deixar comentário.

Share This
0