Estudos

Sem arrependimentos futuros: saiba como escolher a faculdade certa

Depois de definir o curso que você vai fazer, é hora de escolher a faculdade. A instituição de ensino é fundamental para garantir a melhor experiência possível e não ter arrependimentos. Problemas como falta de estrutura, professores sem boas qualificações ou avaliações baixas do MEC podem trazer prejuízos para o seu futuro.

Definir a melhor opção não é uma tarefa muito fácil, mas existem alguns critérios que vão ajudar na sua avaliação. Quer saber quais são? Então continue a leitura deste post e saiba como decidir a faculdade certa!

Avaliação do Ministério da Educação (MEC)

Primeiro é preciso confirmar que a faculdade é autorizada do MEC para ofertar o curso que você deseja — para conferir essa informação, basta acessar o site do órgão. A autorização é fundamental para que o seu diploma tenha validade após a formatura. Outro cuidado que você deve ter é verificar como o curso foi avaliado pelo órgão, que tem três índices de avaliação:

  • Exame Nacional de Desempenho do Estudantes (ENADE): avalia o aprendizado dos formandos, com conceito de 1 a 5;

  • Conceito Preliminar de Curso (CPC): avalia o curso, considerando a nota do ENADE, a infraestrutura da faculdade, o corpo docente e os recursos didático-pedagógicos, com notas de 1 a 5;

  • Índice Geral de Cursos (IGC): avalia a faculdade como um todo, considerando os cursos de graduação e pós-graduação ofertados, também com notas de 1 a 5.

Como o MEC é responsável por autorizar os cursos e, também, por fechá-los, essas avaliações são um critério importante na hora de escolher a faculdade para que o aluno garanta a qualidade do curso escolhido.

Estrutura física do campus

Visite a faculdade para conhecer a estrutura oferecida aos alunos, pois isso influencia diretamente os seus estudos. As salas de aulas devem ser confortáveis a fim de potencializar o aprendizado — em ambientes desconfortáveis, fica mais difícil manter a concentração. Vale a pena observar questões como:

  • qualidade dos móveis usados;

  • iluminação;

  • ventilação;

  • espaço;

  • equipamentos adicionais disponíveis.

Observe, também, a infraestrutura geral dos cursos e, principalmente, a estrutura necessária para o seu curso — por exemplo, os cursos de engenharia precisam ter uma sala com mesas adequadas para os desenhos. Em geral, observe itens como:

  • acervo e estrutura da biblioteca;

  • laboratórios;

  • salas de estudo;

  • cantinas e refeitórios;

  • estacionamento;

  • equipamentos disponíveis.

Além disso, veja como é a acessibilidade das instalações. Mesmo que no momento isso não seja uma necessidade, isso mostra que a instituição se preocupa em atender à legislação e, em caso de imprevistos, você terá certeza de que será bem acolhido.

Opinião de outros alunos

Uma das melhores formas de escolher a faculdade certa é avaliar a opinião de outros alunos, afinal, nada como conhecer a experiência de quem estuda ou já concluiu o curso, não é mesmo? A instituição pode ser renomada e ter uma ótima estrutura, mas se os estudantes não estiverem satisfeitos, talvez não seja a melhor opção.

Para conseguir essas informações, pergunte a colegas que conheçam a faculdade ou procure na internet. Com uma pesquisa em ferramentas como o Google e nas redes sociais é possível encontrar avaliações de outros alunos e eventuais reclamações.

Aqui, você deve observar qual é posicionamento da faculdade diante de críticas e reclamações. Problemas acontecem em qualquer instituição, mas a forma como ela lida com a situação e tenta encontrar soluções é o diferencial para garantir o bom atendimento ao aluno.

Qualificação do corpo docente

Um dos pontos fundamentais para um ensino de qualidade é o corpo docente, já que os professores são os responsáveis por repassar os conteúdos e auxiliar os alunos até a conclusão do curso. Portanto, na hora de escolher a faculdade ideal, pesquise quais são os profissionais contratados e o seu currículo.

Mas não foque apenas na experiência como docentes. Lembre-se de que um professor que também atua na profissão, e não apenas no setor acadêmico, consegue falar sobre experiências do dia a dia e explicar sobre a prática profissional. Portanto, avalie também a atuação dele no mercado de trabalho.

Novamente, a internet se torna uma ótima aliada para a pesquisa dessas informações. Os alunos e ex-alunos também podem ajudar, falando sobre os professores, a didática e outras características importantes sobre a experiência na sala de aula.

Formas de ingresso

Quais são as formas de ingresso que a faculdade oferece? Esse também é um fator a ser analisado, pois você precisa se programar para fazer o vestibular ou conhecer as regras para usar o Enem na hora de tentar uma vaga.

Para quem perdeu os prazos ou decidiu cursar uma faculdade de última hora, vale a pena buscar instituições que trabalhem com os vestibulares agendados. Assim você não precisa esperar o próximo semestre para tentar a vaga no ensino superior.

Outro ponto importante são os custos. Algumas universidades oferecem condições facilitadas para a matrícula e trabalham com sistemas de bolsas ou financiamento, como o Programa Universidade para Todos (Prouni) ou o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que ajudam no planejamento financeiro durante a faculdade.

Programas de estágio e prática profissional

A parte teórica do curso é fundamental, mas o conhecimento da prática profissional também é muito importante para a carreira, por isso, avalie se a faculdade conta com programas que aliem a teoria e a prática, facilitando a entrada do aluno no mercado de trabalho.

Algumas instituições de ensino contam com Núcleos de Prática e Empresas Juniores, que têm o objetivo de proporcionar aos estudantes a vivência profissional, garantindo mais conhecimento e experiências importantes que vão enriquecer o currículo. Portanto, na hora de escolher a faculdade ideal, analise se ela oferece oportunidades para o aprendizado prático e quais as estruturas disponíveis para isso.

E, para optar pela faculdade ideal, também é essencial acertar na escolha do curso. Se você ainda está em dúvidas, analise quais são as suas áreas de afinidade, habilidades e, se for possível, faça também uma orientação de carreira. Essa é uma ótima opção para conhecer mais sobre suas aptidões e descobrir quais opções de curso combinam com o seu perfil.

Viu só? Escolher a faculdade certa parece complicado, mas, seguindo essas dicas, com certeza você vai conseguir tomar a melhor decisão para concluir o ensino superior sem arrependimentos!

Se você gostou deste post e quer acompanhar outras dicas como esta, assine a nossa newsletter agora mesmo! Assim, você fica por dentro de outros conteúdos incríveis sobre faculdade e carreira!

Deixar comentário.

Share This
0