Carreiras Estudos

Qual profissão escolher? 7 opções para quem gosta de matemática!

clique na imagem para se inscrever

Clique na imagem para se inscrever!!

Vai chegando o fim do ensino médio e, com ele, um monte de dúvidas sobre qual profissão escolher. Na hora de tomar essa complicada decisão, uma boa estratégia é fazer uma profunda autorreflexão e pensar sobre os temas e disciplinas com os quais você tem mais afinidade.

Se você é um apaixonado pela Matemática, por exemplo, já deve ter se sentido na contramão da maioria das pessoas, não é mesmo? Afinal, os números, cálculos e equações são verdadeiros pesadelos para muita gente por serem bastante desafiadores para a maioria.

Justamente por isso, os profissionais que dominam os números e que são capazes de realizar análises quantitativas são muito valorizados no mercado de trabalho e em áreas bastante amplas.

Isso porque a matemática é fundamental para o desenvolvimento de muitas ciências. Além disso, sua aplicabilidade e raciocínio lógico são decisivos na resolução de problemas das mais diversas áreas.

Você é um fã dos números e quer saber a profissão que mais se adequa ao seu perfil? Neste post, vamos mostrar algumas opções de cursos para quem gosta de Matemática. Continue acompanhando:

1. Administração

Se você gosta dos números, mas não abre mão de pensá-los em relação aos aspectos humanísticos, o curso de Administração pode ser uma boa pedida.

O profissional dessa área é o responsável por gerenciar recursos materiais, humanos e financeiros de instituições públicas e privadas.

Por isso, ele planeja estratégias, definindo metas e formas de atingi-las — e a Matemática é uma preocupação constante em sua rotina diária.

Em seu trabalho, o administrador utiliza os fundamentos matemáticos para aprimorar o desenvolvimento da empresa, buscando formas de minimizar os custos e maximizar o retorno financeiro. Cabe a ele identificar problemas e soluções, tendo capacidade de liderar a equipe.

O curso tem duração média de quatro anos e concede título de bacharel. Ao longo da graduação, você estudará várias matérias ligadas à Matemática, como Cálculo, Estatística, Matemática Financeira e Métodos Quantitativos Aplicados.

2. Ciências Contábeis

O bacharelado em Ciência Contábeis tem duração média de quatro anos e a carreira está muito associada aos aspectos da administração. No entanto, esse curso possui peculiaridades importantes.

O contador é o responsável pelos números da empresa e, por isso, tem de considerar cuidadosamente os gastos e despesas, projetando-os em contextos regionais, nacionais e internacionais.

Assim, cabe a ele fazer os registros de todos os capitais do negócio para interpretar o estado financeiro e auxiliar nas decisões mercadológicas. Qual a melhor hora de investir? É o momento da empresa se expandir? Como minimizar os efeitos de uma crise? Ele pode atuar ainda como consultor e auditor, prevendo em combatendo fraudes e práticas ilícitas.

A Matemática está, portanto, na base da grade curricular do curso, em matérias como Contabilidade de Custos, Gestão Tributária, Contabilidade Gerencial e Auditoria Contábil. Algumas instituições de ensino permitem uma dupla diplomação, em Administração e Ciências Contábeis, o que pode ser um grande diferencial para o seu currículo.

3. Automação Industrial

Uma graduação relativamente recente é a de Automação Industrial, que tem duração de três anos e concede título de bacharel. Ao optar por essa carreira, você poderá associar sua paixão pelos números no desenvolvimento e criação de máquinas para a indústria.

O profissional dessa área é o responsável por projetar equipamentos e desenvolver os componentes robóticos que são essenciais para a modernização de fábricas que constroem automóveis, aviões, computadores e quaisquer tipos de aparelhos eletrônicos.

O profissional de Automação Industrial atua ainda na produção e instalação de softwares, bem como na programação e manutenção das diversas máquinas que compõem uma linha de produção.

A grade curricular depende muito de matérias associadas aos cálculos, como Estatística, Álgebra e Lógica, por exemplo, o que torna este mais um entre os cursos para quem gosta de matemática.

4. Arquitetura e Urbanismo

A Matemática é uma disciplina essencial também para os cursos de Arquitetura e Urbanismo. Afinal, cabe ao profissional dessa área planejar e desenhar espaços tendo em vista o seu melhor aproveitamento, o que exige muitas habilidades com cálculos.

Nos projetos arquitetônicos e urbanísticos, aspectos estéticos, funcionalidade e segurança das construções são pensados a partir de proporções, escalas e medidas que requerem um alto grau de precisão. Desse modo, o gosto pelos aspectos matemáticos deve estar aliado a conhecimentos como a arte e a engenharia.

O arquiteto tem que ser capaz, portanto, de propor soluções inovadoras e criativas para melhorar as relações das pessoas com as distintas construções. Ao longo do bacharelado em Arquitetura e Urbanismo, você estudará matérias como Desenho Arquitetônico, Cálculo, Geometria Gráfica e Estatística.

5. Engenharias

A engenharia é uma área muito diversa, que possui mais de 35 cursos diferentes. Entretanto, não importa o tipo (civil, sanitária, florestal, mecatrônica ou qualquer outra), a matemática está no fundamento dessa prática profissional.

Desse modo, o engenheiro aplica vários conceitos matemáticos para criar, implementar e solucionar problemas na construção de edificações e equipamentos diversos.

Busque, portanto, qual especialidade da engenharia associa seu interesse pelos números ao desenvolvimento de temas que você possui maior afinidade, mas saiba que, no curso, você precisará de Matemática até em matérias como Química, Geometria Analítica, Física e Cálculo Numérico.

Veja algumas possibilidades de cursos dentro da área de Engenharia:

Engenharia Civil

O engenheiro civil é o profissional que elabora, fiscaliza e executa projetos de edificações de forma geral, como prédios e casas, além de outras obras relevantes para a estrutura da cidade, como viadutos, túneis, pontes etc. Esse profissional pode atuar em construtoras, prestando serviço para o setor público ou privado, além de consultorias.

Engenharia Elétrica

Como o próprio nome já indica, o bacharel em Engenharia Elétrica é o profissional responsável pelo planejamento, execução e manutenção de redes de distribuição de energia elétrica.

O engenheiro eletricista pode atuar em indústrias ou empresas estatais ou privadas, como hidrelétricas, usinas de energia nuclear, termelétricas, distribuidoras de energia, entre outras.

Engenharia Mecânica

O egresso do curso de Engenharia Mecânica estará apto a atuar na produção de maquinário, veículos, ferramentas, dentre outras coisas, para a indústria mecânica. Da matéria-prima à elaboração das peças, o engenheiro mecânico é o responsável pelo desenvolvimento e supervisão de toda a linha de produção.

Engenharia de Sistemas

O engenheiro de sistemas atua no desenvolvimento de sistemas complexos na área de tecnologia que otimizem a produção de empresas comerciais ou indústrias. Em geral, atua em áreas que demandam sistemas de alto desempenho tecnológico, como aeronáutica, automobilística, telecomunicação e até mesmo plataformas de exploração de petróleo.

Engenharia Aeroespacial

A Engenharia Aeroespacial é a área da Engenharia que desenvolve e executa projetos de aeronaves, levando em consideração diversos aspectos da Mecânica e Física. O profissional da área pode atuar na elaboração de aviões, satélites, foguetes espaciais, dentre outros equipamentos e veículos aeroespaciais.

Depois de publicar o Formulário, copie o código abaixo e cole em seu site. Saiba mais.

 

6. Estatística

Cada vez mais a estatística vem se posicionando como uma disciplina fundamental para auxiliar empresas e governos a tomarem decisões corretas, a partir de dados interpretados e transformados em números.

Esse levantamento, processamento e visualização de dados permite a diminuição dos erros, ao ofertar soluções com o máximo de certeza baseada em variáveis históricas.

Além disso, o estatístico pode atuar, por exemplo, na realização de experimentos científicos, traçando probabilidades de doenças genéticas, no controle de epidemias e na prevenção de enfermidades.

Matérias como probabilidade, álgebra linear, cálculo e análise de dados ajudarão na coleta e processamento de informações, bem como na confecção de gráficos.

7. Física

Se você é um fã da Matemática desde o ensino médio, provavelmente também se dava bem nas aulas de Física! As duas áreas têm muita afinidade, visto que os estudos da Física se baseiam em inúmeros cálculos matemáticos, fórmulas e análises de gráficos.

O dia a dia de um físico envolverá muita Matemática, visto que as carreiras mais prováveis para quem se forma em Física estão relacionadas à pesquisa científica ou à sala de aula.

A graduação em Física tem duração de, em média, quatro anos, e oferece titulação de bacharel ou licenciado. Ao longo do curso, o aluno estudará matérias com Cálculo, Álgebra, Equações Diferenciais e Métodos Numéricos.

8. Logística

O profissional de Logística é muito requisitado nas mais diversas áreas de atuação, visto que ele é o responsável por planejar, organizar e fiscalizar o fluxo de entradas e saídas de estoque, distribuição e armazenamento de produtos, além de sistemas de transporte.

Para fazer todo esse controle de forma eficiente e com a menor chance de falhas, os números são os melhores amigos de quem segue a carreira na área! Entre as principais disciplinas do curso superior na área, estão Matemática Aplicada, Estatística, Administração e Custos Logísticos.

A graduação em Logística é oferecida em duas modalidades: bacharelado, com duração média de 4 anos; e graduação tecnológica, com duração de cerca de dois anos.

9. Economia

Se você se imagina em uma carreira que une o melhor dos dois mundos, a Economia é o curso certo pra você! A área das Ciências Econômicas é considerada parte das Ciências Humanas, no entanto, ao longo do curso e da carreira, o economista lidará diretamente com números, o que exige habilidade e simpatia pela Matemática.

Ao longo da graduação, o aluno cursará matérias como Contabilidade, Matemática Financeira, Finanças, Estatística, dentre outras. O curso tem duração de, aproximadamente, quatro anos, e concede título de bacharel.

10. Ciência da Computação

O cientista da computação é o profissional da área da informática que domina as técnicas necessárias para desenvolver programas e softwares com as mais diversas aplicações e funcionalidades.

Compreender e aplicar os fundamentos de linguagem de programação é algo essencial em sua rotina de trabalho, o que exige bastante habilidade com a Matemática.

Entre as principais disciplinas estudadas ao longo da graduação em Ciência da Computação, as que se relacionam aos estudos matemáticos têm grande peso, como Cálculo Numérico, Geometria Analítica, Estatística, Matemática Discreta, Análise de Algoritmos e Engenharia de Softwares.

O curso é um bacharelado, com duração média de quatro anos.

11. Química

Assim como acontece com a carreira em Física, lidar com números e cálculos é parte essencial da rotina de quem escolhe a Química como profissão. Quem é que não se lembra das famosas fórmulas que fizeram parte do nosso dia a dia no ensino médio?

Ao longo da graduação, o aluno terá contato com várias disciplinas relacionadas à Matemática, como Elementos da Matemática, Fundamentos Matemáticos Aplicados à Química, Geometria Analítica e Álgebra Linear, Análise Quantitativa, Equações Diferenciais, entre outras.

O curso de Química oferece titulação em bacharelado ou licenciatura, com duração média de quatro anos.

12. Biomedicina

Mais uma carreira que une duas áreas distintas, a Biomedicina é uma boa opção para quem quer atuar com as Ciências Biológicas, mas não abre mão dos cálculos matemáticos — especialmente para aqueles que querem se tornar pesquisadores e desenvolver tratamentos.

O curso tem bastante ênfase nos princípios da Química, que se baseiam predominantemente em fórmulas e cálculos. Além disso, o aluno também estudará temas relacionados a Bioestatística e Biomatemática.

A graduação em Biomedicina é um bacharelado com duração entre quatro e cinco anos, em média.

13. Matemática

Agora, se você é um apaixonado por Matemática puro sangue e deseja dedicar-se de forma integral ao estudo dessa ciência específica e com tantas possibilidades, há opções de licenciatura e bacharelado na área.

O bacharelado prepara os profissionais para usar o raciocínio lógico, analisar e formular teorias, testando hipóteses e buscando formas para efetivá-las no mundo prático.

O bacharel em Matemática estará capacitado para o trabalho científico e na matemática aplicada. Quem sabe daqui a alguns anos você poderá dar nome a uma fórmula ou teorema?

Já a licenciatura tem foco na formação de docentes para atuar no ensino médio e fundamental. Se você gosta de Matemática, é porque, muito provavelmente, teve professores que te inspiraram e te ajudaram a desenvolver essa sua aptidão.

Como licenciado, você também poderá servir de exemplo para seus alunos se tornarem futuros matemáticos! Já pensou?

Ao longo da graduação, você se vai usufruir de matérias como Cálculo I, II e III; Algoritmos, Fundamentos de Matemática, Teoria dos Números, Álgebra I, II, III e IV. Uma tentação para quem é fanático por números, não é mesmo?

Como você pode ver ao longo deste post, gostar de Matemática vai te abrir muitas portas no universo profissional. É só analisar bem as possibilidades e não ter medo de tomar a decisão correta!

E então, curtiu as nossas dicas de cursos para quem gosta de matemática e já sabe qual profissão escolher? Assine agora a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do blog com exclusividade em seu e-mail!

 

Você não tem nenhum conteúdo salvo.

Você gostou deste artigo? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Desse jeito você vai receber as nossas atualizações na sua caixa de entrada!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Faculdade de Rondônia

Share This
0