Estudos

Quais os segredos para conseguir estudar no fim de semana?

clique na imagem para se inscrever

Clique na imagem para se inscrever!!

Relaxar ou estudar no fim de semana? Eis a questão! Se você está se preparando para o vestibular, ou já é universitário, sabe que, quanto mais tempo dedicado aos estudos, maior é o aproveitamento e a garantia de boas notas.

Por outro lado, também sabe que estudar no fim de semana significa abrir mão do lazer, do descanso e das redes sociais, ao menos por algumas horas.

Você deve estar se perguntando: “quer dizer que, depois de uma semana exaustiva de trabalho e outras atividades, eu ainda preciso passar o fim de semana estudando?”. Isso depende dos seus objetivos, se você quer entrar em uma boa universidade ou pretende fechar suas notas semestrais com louvor, a resposta é: SIM.

Mas não entre em pânico! Neste post, vamos mostrar a você quais são os segredos para estudar aos sábados e domingos sem prejudicar seu descanso e sua vida social. Confira!

Organize-se para estudar no fim de semana

Estudar no fim de semana requer planejamento e definição de prioridades. Se você ampliar a visão, vai concordar que a dedicação aos estudos tende a proporcionar muito mais retorno do que ficar o dia todo de bobeira nas redes sociais ou assistindo a filmes. Não que essas alternativas sejam ruins, mas elas não vão garantir o seu sucesso acadêmico.

Então, o primeiro passo para ser produtivo nos estudos no fim de semana é fazer um planejamento eficaz, que defina quantas horas você pretende estudar, quais matérias priorizar e, claro, que permita um tempinho de lazer, porque ninguém é de ferro.

Encare o sábado como se ainda fosse sexta-feira

O sábado é um dia útil para a maioria das pessoas, pois muitos trabalham e fazem cursos, portanto, ainda estão no ritmo acelerado dos outros dias da semana.

Mesmo que esse não seja o seu caso — o que é melhor ainda, porque sobra mais tempo para estudar —, organize-se como se ainda fosse sexta-feira e deixe o lazer para mais tarde.

Pegue o embalo da semana, determine quantas horas você vai gastar com os estudos, siga o seu planejamento e, depois, é só relaxar. Quanto antes terminar suas tarefas, mais cedo poderá descansar e se divertir — e com a consciência tranquila!

Elabore um bom cronograma de estudos

Para montar um cronograma de estudos que realmente melhore o seu aproveitamento, a primeira coisa que você deve fazer é listar suas prioridades. Avalie quais são suas tarefas mais urgentes, em quais conteúdos você precisa se aprofundar, se há espaço no planejamento para atividades complementares etc.

Outra dica é fazer um cronograma mensal, assim você pode distribuir as tarefas em dias diferentes, para se dedicar a cada uma com mais atenção e profundidade e não ficar com a mente sobrecarregada.

Não se esqueça de fazer intervalos

Intervalos para descanso são necessários para organizar as ideias e “recarregar a bateria”. É essencial conhecer e respeitar as suas limitações, pois quanto mais você forçar sua mente, menos informações vai conseguir absorver.

Lembre-se de que “forçar” é diferente de “se esforçar”, então, quando sentir a exaustão tomar conta e perceber um bloqueio na concentração: faça uma pausa, recupere a energia e, minutos depois, retome o foco. Inclusive, os momentos de intervalo já devem ser definidos no cronograma, assim você evita chegar ao ponto de desgaste.

Defina metas

As metas são um recurso motivador, afinal, essa é a jornada do ser humano, não é mesmo? Vivemos sempre em busca de algo, em menor ou maior grau, desde cumprir um cronograma de estudos até entrar para faculdade dos seus sonhos.

São os objetivos que nos movem, nos empurram para a frente. Traçar metas atingíveis e alcançá-las, inclusive, é uma ação capaz de aumentar a produção de dopamina — um hormônio que desperta sentimentos de bem-estar e motivação. Portanto, estabeleça seus propósitos para cada fim de semana e chegue até eles.

Mantenha a disciplina e o foco

Manter o foco nem sempre é fácil, tanto os eventos do ambiente quanto nossos próprios pensamentos podem nos distrair. Por isso, foco e disciplina caminham juntos: você deve aprender a “domar” a sua própria mente para anular as distrações internas e externas.

Defina um horário para começar e para terminar os estudos e, durante esse período, não permita que nada interrompa sua concentração. Quando sentir algum desvio de atenção, respire fundo e volte à sua tarefa.

Livre-se das distrações

Para manter o foco é necessário eliminar qualquer fonte de distração. Nosso cérebro não mantém a concentração em tarefas simultâneas com a mesma eficiência, o ideal é dedicar-se a uma atividade de cada vez.

É óbvio que o celular e as redes sociais são as primeiras distrações que devem ser abolidas do seu ambiente de estudo, concorda? Você sabe o quanto notificações do WhatsApp e do Facebook são capazes de interromper sua atenção nos estudos.

Além disso, procure um lugar tranquilo para estudar, fique longe da televisão e de outros ambientes com barulho ou qualquer estímulo que atrapalhe sua concentração.

Diga não à procrastinação

Caso você não conheça esse termo, procrastinação significa o adiamento de uma ação. É o famoso “deixar para depois”. Se você é um procrastinador por natureza e cultiva esse hábito, tome muito cuidado, já que adiar tarefas importantes é arriscado, especialmente se o seu tempo é escasso.

A pessoa acostumada a procrastinar sempre acredita que vai dar conta do recado, mesmo se deixar para realizar suas atividades na última hora. O problema é que essa atitude acarreta em estresse e desgaste desnecessários e, consequentemente, baixo desempenho.

Permita-se um momento de recompensa

Se você seguiu o seu cronograma, manteve o foco e alcançou suas metas, parabéns! Você merece descanso e diversão. Nada como relaxar com a consciência tranquila, com a sensação de dever cumprido e aproveitar o fim de semana sem aquela voz ecoando na sua mente: “eu preciso estudar”.

Agora é com você! Descobriu quais são os segredos para estudar no fim de semana sem prejudicar o descanso e a diversão? Basta ter foco, disciplina, fazer um bom planejamento, definir metas e priorizar os objetivos acadêmicos. Pode ter certeza de que todo esforço é válido e os seus resultados vão comprovar isso!

O que você achou deste post? Gostou das dicas? Então, siga nossas páginas nas redes sociais — no Facebook e no YouTube — e acompanhe nossos conteúdos atualizados sobre a vida de universitário e métodos de estudo!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Share This