Estudos

O que cai no Enem: 4 itens que você não pode deixar de estudar

clique na imagem para se inscrever

Clique na imagem para se inscrever!!

Você está estudando para o Enem, mas ficou perdido com tanta matéria? Quer saber o que cai no teste para se dedicar ao que realmente importa? Acredite, você não está sozinho! Uma das dúvidas mais comuns de quem vai fazer a prova no fim do ano é o que estudar ao longo das semanas ou em qual disciplina dedicar mais tempo quando a data do exame se aproxima.

O Exame Nacional do Ensino Médio, como o próprio nome propõe, é uma prova na qual são cobrados os principais conteúdos aprendidos nessa etapa escolar, portanto, planejar e organizar os estudos é essencial para você não deixar nenhum assunto para trás.

Pensando nisso, separamos os temas que são requisitados com mais frequência nas provas. Lembrando que elas são divididas em 4 grandes áreas:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e

  • Matemática e suas Tecnologias.

Além delas, também temos a redação. Contudo, neste post, nosso foco ficará nas áreas de conhecimento acima, pois é nelas que várias habilidades e competências serão exigidas. Ficando por dentro dos conceitos, será mais fácil organizar o seu tempo para os estudos.

Para saber mais, continue a leitura e confira o que geralmente cai em cada uma das provas do Enem!

1. Ciências Humanas e suas Tecnologias

A prova de Ciências Humanas é constituída das principais matérias estudadas nas disciplinas de história, geografia, filosofia e sociologia. Algumas temáticas aparecem com frequência nas questões, entre elas destacamos:

  • idade contemporânea;

  • ética;

  • geografia;

  • história do Brasil;

  • geopolítica;

  • globalização;

  • democracia.

Nessa perspectiva, verificando provas anteriores, é possível perceber que o mais comum é você encontrar perguntas relacionadas aos movimentos sociais ao longo da história. Ainda nessa linha, a cidadania, a liberdade e a democracia são temas recorrentes, principalmente, em provas aplicadas em anos de eleição.

Nos direitos humanos, se destacam com perguntas sobre diversidade, gênero, racismo e homofobia. Em geografia, os assuntos são mais específicos, caindo quase sempre uma questão sobre escala e/ou fuso horário e/ou crescimento populacional.

Já na filosofia e na sociologia as provas já chegaram a pedir interpretação de texto, porém, o mais comum é que apareçam conceitos que exigem maior domínio dessas disciplinas.

2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias

É na prova de Ciências da Natureza que os conhecimentos adquiridos nas disciplinas de biologia, química e física são cobrados. Elas podem vir misturadas em apenas uma questão ou dentro de suas especificidades. Os assuntos mais comuns são:

  • termodinâmica;

  • leis da física;

  • meio ambiente;

  • físico-química.

De maneira geral, mecânica, energia e eletricidade são conteúdos facilmente ligados à realidade dos estudantes. É por isso que o Enem adora trazer questões com base no dia a dia das pessoas. Dessa forma, a leitura atenta dos enunciados pode ser uma aliada nessas provas, pois muitas informações úteis na solução do problema são encontradas ali.

Mais uma vez, nas questões de química, o cotidiano é a base para a formulação das perguntas, assim, temas como a chuva ácida, o aquecimento global, a poluição da água e da camada de ozônio são habituais. Na biologia, a ecologia é assunto regular, trazendo tópicos atuais, como: desmatamento, sustentabilidade e aquecimento global. Além do mais, genética, mutações e citologia são bem comuns de aparecer.

3. Linguagens, Códigos e Tecnologias

Além da língua portuguesa e da literatura, na prova de Linguagens você encontra as questões de língua estrangeira — podendo optar por inglês ou espanhol. Assim como em português, as exigências ficam em torno de aspectos como a interpretação de texto e o uso da língua. Então, na prova de Linguagens você verá:

  • leitura e Interpretação;

  • funções de linguagem;

  • gêneros textuais;

  • análise do discurso;

  • norma culta e coloquial;

  • preconceito linguístico;

  • artes.

A interpretação de texto é necessária praticamente em todas as provas do Enem. Porém, em Linguagens, Códigos e suas Tecnologias essa habilidade é básica para responder praticamente a todas as questões.

Mesmo assim, você não ficará livre de algumas abordagens mais teóricas, como as figuras de linguagem, a ambiguidade, sintaxe, morfologia e intertextualidade. Por isso, também é comum que, nas perguntas de interpretação, sejam solicitados alguns conceitos de gramática, mas sempre dentro de um contexto ou das especificidades de um gênero textual.

Já nas provas de literatura, os movimentos literários são ligados à aspectos da arte de uma maneira geral. Além disso, você vai encontrar poesias e obras contemporâneas para serem analisadas.

4. Matemática e suas Tecnologias

A matemática tem uma prova só para ela! Por isso, você acaba precisando retomar alguns conhecimentos básicos aprendidos desde os primeiros anos escolares até os mais complexos vistos nos últimos anos do ensino médio. Alguns itens não podem deixar de ser estudados, como:

  • probabilidade;

  • geometria;

  • gráficos;

  • tabelas aritméticas;

  • escala;

  • funções;

  • porcentagem.

Uma das provas mais temidas pelos estudantes, nela estão reunidas 45 questões apenas sobre a disciplina. Com muitos gráficos e tabelas, além de perguntas com textos longos, pode até parecer que dá para responder usando apenas com a habilidade de interpretação. Porém, os conceitos básicos precisam ser aplicados para chegar à resposta correta.

Já aconteceu de fórmulas pouco vistas na escola serem cobradas, mas isso é muito raro. Geralmente, as questões são facilmente resolvidas se você souber aplicar bem conceitos como a regra de três, fazer contas de porcentagem e resolver funções de primeiro e segundo grau, basicamente.

Como organizar os estudos com o que cai no Enem?

Organizar os seus estudos com base nessas dicas do que cai no Enem vai depender de fatores como o seu tempo de dedicação, suas intenções com a prova — curso e faculdade que pretende estudar —, além do conhecimento que você já tenha sobre cada assunto, podendo focar naquilo que se tem mais dificuldade, por exemplo.

Para ser aprovado e ter acesso a uma das oportunidades oferecidas pelo bom resultado na prova, entre elas concorrer a vagas em universidades federais pelo Sisu ou bolsas em instituições particulares pelo Prouni ou Fies, a dedicação aos estudos não pode mais ser prorrogada.

Agora que você sabe o que cai no Enem, que tal colocar os seus planos em ação? Aprenda a montar um cronograma de estudos incrível e não deixe de estudar o que for importante!

 

 

 

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Share This