Estudos

Morar longe da família: 7 dicas para quem vai estudar em outra cidade

Passar no vestibular é a realização do sonho de muitos jovens que desejam construir uma carreira de sucesso. Porém, junto à empolgação característica dessa nova fase, vêm também os novos desafios.

Para quem vai estudar em uma nova cidade, um dos maiores deles é o de morar longe da família. Além das saudades de casa e dos entes queridos, morar sozinho exige muita responsabilidade e uma boa dose de organização — especialmente para os universitários, que precisam manter o foco nos estudos.

Para te ajudar a passar por essa nova etapa da sua vida com mais tranquilidade e tirar de letra qualquer obstáculo no caminho, preparamos o post de hoje. Confira, a seguir, 7 dicas essenciais para quem vai estudar em outra cidade e morar longe dos pais:

1. Informe-se sobre a nova cidade

A primeira dica essencial para quem vai mudar de cidade para estudar é buscar o máximo de informações quanto possível sobre o novo local. Você pode fazer isso por meio de pesquisas na internet e também conversando com pessoas que já moraram por lá, mas o ideal é fazer uma visita à cidade antes da mudança definitiva.

Procure saber mais sobre os principais bairros, o transporte público, a segurança e a infraestrutura geral da cidade. Informe-se também sobre o custo de vida, as principais características e atrativos da cidade, bem como os principais problemas.

Dessa forma, você terá suas próprias impressões sobre o local, estará mais bem preparado e se sentirá mais seguro para fazer a grande mudança.

2. More perto da faculdade

Morar perto do campus é uma dica de ouro que vale tanto para calouros quanto para veteranos! Portanto, ao procurar uma casa para morar, dê prioridade para aquelas que ficam mais próximas da faculdade.

Geralmente, as moradias universitárias e repúblicas ficam no entorno do campus. Nessas regiões, também é possível achar imóveis mais em conta e já equipados, cujo público-alvo são justamente os universitários, ou mesmo quartos em casas de família.

Morar perto da faculdade é sinônimo de economia de tempo e de dinheiro, além de mais facilidade no dia a dia e menos chances de se atrasar para as aulas!

3. Peça ajuda aos veteranos

Nem só de trotes e brincadeiras se fazem os veteranos! Muitos colegas “velhos de casa” podem ser uma mão na roda para os novatos. Afinal, são eles que conhecem aqueles macetes que os calouros não sabem, como o melhor horário para estudar na biblioteca, as lanchonetes mais baratas da região etc.

Aproveite os eventos de recepção de calouros, que costumam ser momentos de descontração e diversão, para fazer amizades e novos contatos. Peça dicas sobre a cidade, sobre a faculdade e o campus. Eles bem sabem das dificuldades de ser calouro em uma nova cidade e, com certeza, poderão te ajudar nesse momento.

4. Divida a casa com colegas

No primeiro ano de faculdade, morar longe da família é quase sempre um momento marcado por saudade de casa e muita carência — especialmente para quem não está acostumado a ficar sozinho. Portanto, o mais indicado é procurar outras pessoas para morar junto com você.

Você pode optar por entrar para alguma república já existente ou montar uma, dividindo uma casa com um ou mais recém-chegados na faculdade.

Essa é uma forma de criar laços e vínculos de amizade no novo lar, além de ter com quem contar em casos de “perrengue”. E melhor ainda: você garante uma baita economia com a divisão das despesas da casa e do aluguel.

5. Não perca o contato com a família

A distância física pode ser de muitos e muitos quilômetros, mas isso não é desculpa para perder o contato com seus familiares. Hoje em dia, o que não faltam são opções para conversar com os pais, irmãos e até mesmo seus amigos da antiga cidade.

Vale mandar mensagens pelo WhatsApp e compartilhar momentos nas redes sociais, mas lembre-se também de reservar um tempinho para uma conversa mais longa pelo telefone ou mesmo uma videoconferência pelo Skype.

Além disso, aproveite os feriados e as férias para visitar a sua cidade natal e matar a saudade das pessoas que você ama.

6. Descubra tudo sobre a faculdade

Explorar o campus da faculdade é tão importante quanto informar-se sobre a cidade em que você vai morar longe da família. Assim que chegar na cidade, antes mesmo do início das aulas, reserve alguns dias para dar uma volta e conhecer toda a estrutura do local.

Visite os prédios, as bibliotecas e laboratórios, descubra quais são os serviços oferecidos, os grupos de estudo, áreas de lazer e também locais estratégicos, como a secretaria e as lanchonetes. Aproveite o passeio para dar uma olhada nos murais espalhados pela faculdade: eles costumam ser repletos de informações interessantes — de casas para alugar a eventos culturais e festas!

7. Aprenda a “se virar”

Compras no supermercado, manutenção da casa, contas para pagar, roupas para lavar, comida para preparar etc. Essas são apenas algumas das tarefas que farão parte da sua nova rotina ao morar longe da família.

E acredite: você não vai querer deixar para descobrir e fazer essas coisas na marra, por conta própria. O melhor é aprender tudo isso antes mesmo de se mudar! Peça ajuda para os “adultos” da sua casa e treine suas novas habilidades antes de ir morar sozinho.

E que tal aproveitar esse tempo para pegar suas receitas preferidas e fazer você mesmo sua própria versão da comidinha da mamãe quando bater aquela saudade de casa?

Sair de casa para estudar em outra cidade e morar longe da família é um momento decisivo na vida dos jovens e pode ser bastante desafiador. No entanto, com o passar do tempo, você verá que essa é uma boa forma de se descobrir e alcançar a sua independência — além, é claro, de dar os primeiros passos em direção ao seu futuro profissional!

E aí, curtiu as nossas dicas de hoje? Então aproveite para compartilhar este post com seus amigos nas redes sociais e ajudar outros calouros que também vão estudar em outra cidade!

 

Deixar comentário.

Share This
0