Carreiras

A graduação é suficiente? Saiba como se preparar para o mercado de trabalho

 

Tempos atrás diziam que, sem uma graduação, as portas do mercado de trabalho seriam fechadas e, atualmente, vivemos uma era em que apenas a graduação não basta, principalmente em cursos com maior procura, como a Administração, Direito e as Engenharias. Será que temos um novo caminho na preparação para o mercado de trabalho?

Uma coisa é fato: as pessoas querem garantir o seu lugar e estão em busca de se especializar e adquirir o máximo de conhecimento dentro de sua área de atuação. Dito isso, podemos entender que, mesmo que uma graduação seja a base para uma formação mais ampla, é necessário ir além.

Dessa maneira, o mercado atual demonstra preferência por quem possui mais que o conhecimento da faculdade. Portanto, vemos que é necessário incentivar a busca por novas possibilidades que incluem a interdisciplinaridade, a criatividade, entre outras características fundamentais ao profissional do agora e do futuro.

Nesse contexto, algumas perguntas vem surgindo: o que fazer para garantir um bom emprego? Como deve ser a preparação para o mercado de trabalho? Quais os fatores precisam ser somados à graduação? Quais os atributos são necessários para se diferenciar?

Para encontrar a resposta para essas e muitas outras perguntas, que assombram principalmente os estudantes e profissionais recém-formados, continue a leitura!

Faça atividades que agregam valor

É fundamental enfatizar a importância da graduação, contudo, outros fatores precisam ser somados a ela para que se possa atingir as expectativas do mercado. Em outras palavras, para além da faculdade é importante fazer atividades diversificadas, que agreguem valor à sua formação.

Enfim, não se deve acomodar nesse cenário visivelmente concorrido, em que as oportunidades e vagas aparecem acompanhadas de exigências de qualificação pontuais, entre elas:

Certificações

As certificações servem como uma forma do profissional se mostrar atualizado e antenado às possibilidades do mercado em que atua. Com elas é possível comprovar que você está em dia com os conhecimentos básicos da sua área e as novidades do mercado. Além disso, as certificações revelam o profissionalismo, sendo uma ferramenta útil para alavancar a carreira.

Participação em eventos

Os eventos são um espaço para aumentar o networking, conhecer novas tecnologias para o seu setor de atuação, aprimorar os conhecimentos e também apresentar seus serviços e produtos para o mercado. Seja como empreendedor, seja como funcionário de uma empresa, os eventos são essenciais para quem quer crescer no mercado de trabalho.

Curso de idiomas

Já não é segredo para ninguém que um segundo idioma, em especial o inglês, é quesito básico na candidatura de vagas em multinacionais. Basta uma passada rápida por sites de emprego para constatar que um segundo idioma está entre as exigências de grandes empresas e vagas com altos salários.

E com as mudanças mercadológicas, essa exigência acabou chegando em setores menores, atingindo quase todo o mercado de trabalho.

Seja disciplinado

Algumas características pessoais fazem a diferença na preparação para o mercado de trabalho, entre elas a disciplina. Quanto mais disciplinada e organizada a pessoa é, maiores as chances de ela agregar valores à sua graduação durante e depois do curso. Como fazer isso? Com estágios, cursos extracurriculares, participação em grupos de estudos etc.

A disciplina também é essencial para que se possa atingir os objetivos e metas estipulados antes de se fazer a escolha por um curso superior. Isso porque, ter um diploma nas mãos pode não não ser mais o suficiente para garantir um bom emprego, porém ainda é uma necessidade.

Assim, é preciso conciliar aulas, boas notas, trabalho e cursos extras — tudo isso no intuito de garantir um futuro de sucesso.

Mantenha-se informado

Uma das consequências de ser disciplinado e buscar fazer atividades que agregam valor é a aquisição de conhecimento. Nesse sentido, é válido ressaltar que o bom profissional é aquele que não para de estudar depois da graduação e se aprimora sempre mais, em busca de uma carreira sólida.

Alguns aprendizados da graduação podem ser considerados como fixos, ou seja, não mudam com o passar do tempo. Porém, na maioria dos cursos há uma considerável evolução e o profissional precisa estar atento e preparado para a mudança.

Procure especializações

Muitos brasileiros optam por encerrar seus estudos depois de formados em um curso superior, um erro que reflete em uma quantidade relevante de bacharéis desempregados e sem espaço no mercado — que, como vimos, está aumentando as suas exigências.

Além dos cursos extracurriculares e das certificações, é importante pensar na qualificação por meio de especializações que podem ser MBA, pós-graduação, mestrado e doutorado. Lembrando que as especializações como MBA e pós (como é chamada) são mais direcionadas para o mercado de trabalho.

Saia da caixinha

A capacidade de tomar decisões e criar soluções para diferentes problemas é essencial independentemente da área escolhida para atuar. É necessário ser proativo e não ficar preso em fazer só o que os outros mandarem. Para isso, o profissional precisa desenvolver suas habilidades e conseguir enxergar além, tendo uma visão mais global ao mesmo tempo em que aplica melhorias focadas e bem definidas.

Pode parecer repetitivo, porém, é necessário reforçar que a graduação é requisito básico para empregos em grandes multinacionais, além de aumentar a gama de concursos públicos com melhores propostas salariais. E ainda, é uma maneira de abrir a mente para o mundo e sair da caixinha do comodismo em busca de novas possibilidades.

Como vimos, a graduação sozinha não é mais suficiente se você busca altos salários e uma carreira de sucesso em setores de destaque no mercado, por isso, é preciso ir além, sair da caixinha, se informar, buscar qualificação e ser disciplinado.

Pensando na preparação para o mercado de trabalho, as pessoas que se destacam, geralmente, possuem metas e objetivos bem definidos. Baseadas em seus sonhos e desejos, suas metas precisam estar dentro da realidade.

O mercado é exigente, por isso, quem não busca se preparar acaba ficando para trás em relação à concorrência, seja em vagas de emprego, seja na abertura do próprio negócio.

Nessa busca por melhores resultados, diferentes profissionais também estão investindo em mais de uma formação. Entenda como é possível fazer duas faculdades ao mesmo tempo e as vantagens e desvantagens dessa opção!

 

Deixar comentário.

Share This
0