Carreiras

8 passos simples para descobrir sua vocação profissional

clique na imagem para se inscrever

Clique na imagem para se inscrever!!

Quem nunca ouviu aquela famosa pergunta: o que você quer ser quando crescer? Encontrar a melhor resposta não é uma tarefa fácil, porque é necessário muito estudo e dedicação para identificar a vocação profissional.

Nem sempre um estudante está preparado emocionalmente para escolher a carreira. Por falta de experiência e de orientação, são razoáveis as chances de optar por uma profissão com a qual não possui afinidade.

Para ajudá-lo a enfrentar essa situação de forma mais madura, vamos mostrar, neste post, 8 passos simples para você ter mais condições de definir o melhor caminho para a sua vida profissional. Confira:

1. Busque o autoconhecimento

Não é simples alcançar o autoconhecimento de maneira plena. Mesmo assim, você pode analisar as características pessoais para visualizar a profissão que pretende exercer no futuro. Por exemplo, uma pessoa extrovertida e com facilidade de comunicação deve pensar, com carinho, na possibilidade de trabalhar como relações públicas ou jornalista.

No caso dos mais compenetrados e que gostam de fazer cálculos, os diversos segmentos da engenharia e outras profissões no segmento de tecnologia da informação podem ser alternativas interessantes.

O recomendado é unir as características pessoais mais presentes no seu comportamento com os aspectos que são vitais para as pessoas alcançarem um bom desempenho profissional. Ao fazer isso, as possibilidades de fazer a escolha certa são bem maiores.

2. Procure estar bem informado sobre as carreiras

Um amigo lhe disse que você poderia ser veterinário porque gosta de animais. Sem dúvida, é um fator que pode ser levado em consideração ao optar por essa carreira. Por outro lado, isso não é suficiente para definir o seu futuro profissional.

Antes de decidir, avalie os conhecimentos necessários para exercer uma profissão e veja as oportunidades disponíveis no mercado de trabalho. Quanto mais estiver informado sobre as atividades profissionais, maiores são as chances de fazer uma escolha pautada pelo bom senso.

Você pode até ouvir a opinião de familiares e amigos sobre qual carreira pretende seguir. Porém, a sua decisão deve ser feita avaliando os aspectos positivos e os negativos de seguir uma determinada profissão.

3. Converse com profissionais mais experientes

Imagine que você está bastante empolgado em ser professor de inglês. Um dos motivos é que possui uma grande fluência nesse idioma. Com certeza, isso é um ponto favorável para seguir essa carreira.

Contudo, é interessante verificar como é a rotina dos profissionais da área, as condições de trabalho e a remuneração. Para não ter uma grande decepção, o indicado é conversar com pessoas que já estão no mercado de trabalho.

Elas vão ajudá-lo a mostrar como é realidade da carreira. Isso é um fator muito importante a ser analisado para não errar na escolha. O fato de apresentar uma habilidade para exercer um cargo não é sinônimo de sucesso profissional e de realização pessoal.

4. Tenha calma para descobrir a vocação profissional

Como diz o velho ditado popular: a pressa é inimiga da perfeição. Ficar muito ansioso para definir a carreira não é o melhor caminho para resolver essa situação. Por isso, procure ler, com muita atenção, os guias que informam diversas características das profissões, como:

  • áreas do conhecimento mais cobradas durante a faculdade;

  • oportunidades de trabalho na área;

  • requisitos necessários para ser um profissional acima da média;

  • melhores instituições de ensino superior para fazer um bom curso e estar mais bem preparado para o mercado de trabalho.

Se você chegou ao ensino médio e não tem uma visão clara da carreira que deseja seguir, a dica é buscar informações em blogs, como o da Faculdade de Rondônia (FARO), e em sites especializados no auxílio a estudantes no processo de escolha de uma profissão.

Essa decisão deve ser feita com calma, mas você não deve, também, fazer uma escolha só no momento de se inscrever para o vestibular.

5. Saiba unir os interesses pessoais com os profissionais

Conhecer a vocação profissional é o primeiro passo para o sucesso. Estar em uma profissão que contribua para estar feliz consigo mesmo, inegavelmente, é um aspecto positivo. Apesar disso, você não pode ignorar algo importante para uma boa qualidade de vida: a remuneração.

Imagine que você deseja se casar e ter dois filhos. Porém, a carreira que você escolheu não oferece uma renda familiar que garanta um ensino de alto nível para as crianças. Nesse caso, você tem duas opções: buscar complementar a renda com outras atividades ou procurar outra profissão que lhe permita dar melhores condições para os seus familiares.

É fundamental conciliar os interesses profissionais com os anseios da vida pessoal. Com essa postura, você estará melhor consigo mesmo e terá mais condições de obter um ótimo desempenho na carreira e de construir bons relacionamentos com amigos e familiares.

6. Busque ajuda para escolher uma profissão

Conversar com profissionais renomados, dialogar com parentes e estudar bastante o mercado de trabalho são iniciativas que ajudam a definir a carreira. Se isso não for o suficiente para te proporcionar uma escolha correta, é recomendado buscar o apoio de um psicólogo especialista no segmento de orientação profissional.

Ele vai te oferecer o suporte necessário para você avaliar diversas profissões. Além disso, pode aplicar um teste vocacional para analisar melhor as suas habilidades e indicar boas alternativas para ser um profissional de sucesso.

Exercer a humildade é um bom caminho para escolher a carreira certa e criar um ambiente propício para adquirir mais competências, o que é muito bem-visto pelas empresas.

7. Tenha atitude para mudar de ideia

Pense que seus pais sejam médicos exemplares no segmento em que atuam. Por isso, você optou, inicialmente, por seguir a trajetória deles no âmbito profissional. Mas você percebeu que tinha mais afinidade com carreiras da área de Humanas (advocacia, publicidade, jornalismo etc.).

Essa análise fez com que você reavaliasse a sua vocação profissional. Com certeza, é necessário coragem para tomar essa medida, pois os familiares e as pessoas mais próximas podem não compreender essa mudança.

É imprescindível que você mostre as razões que influenciaram a sua decisão. Procure explicá-las com calma e clareza. Ao tomar essa atitude, você vai transmitir confiança e provar que está no rumo certo.

8. Esteja sempre estudando

O mercado de trabalho está passando por grandes transformações nos últimos anos por causa do avanço tecnológico e da nova mentalidade das empresas, que priorizam a inovação e o corte de despesas.

Entender a dinâmica das carreiras e definir a profissão ideal para você exige bastante estudo. Há carreiras que apresentam diversas especialidades, como o direito e a medicina. Leve isso em consideração para iniciar a sua trajetória no mercado de trabalho da melhor maneira possível.

Com efeito, não é uma tarefa fácil optar por uma profissão. Mas existem diversas formas de tornar essa missão bem mais simples. Basta apenas ter foco, dedicação, planejamento e vontade de aprender.

Se você deseja descobrir a sua vocação profissional, é melhor assinar agora mesmo a nossa newsletter. Com certeza, o conhecimento vai ajudá-lo a escolher a carreira perfeita para concretizar os seus sonhos!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Share This