Direito

19 filmes sobre direito que todo estudante da área precisa assistir

filmes sobre direito

O direito tem servido como tema para muitas séries televisivas de sucesso. E você, como futuro estudante do curso, certamente deve acompanhar a maioria delas, não é mesmo? No entanto, existe um outro ramo do entretenimento que aborda os desafios desse campo profissional: o cinema!

Para quem gosta de uma sessão pipoca, há muitas produções que retratam os diferentes aspectos da área jurídica, e, pensando nisso, preparamos uma lista com 19 filmes sobre direito para que você descubra um pouco mais sobre a profissão e como ela é retratada na telona. Boa diversão!

1. A firma (1993)

Esse filme vai proporcionar ao estudante de direito uma reflexão muito interessante sobre ética. Estrelado por Tom Cruise e dirigido por Sydney Pollack, ele aborda de maneira muito eficaz a importância de fazer as escolhas certas em nossas trajetórias profissionais e a relação de confiança entre advogado e cliente.

Nele, acompanhamos a história do advogado Mitch McDeere (Tom Cruise), que está no início da carreira e recebe uma proposta tentadora para trabalhar em um escritório de advocacia muito famoso.

No entanto, após algum tempo trabalhando na firma, ele descobre que a empresa não só está envolvida em negócios ilícitos, mas que os funcionários que não concordam com essa política e decidem sair acabam morrendo de forma misteriosa.

2. A qualquer preço (1998)

No filme “A qualquer preço”, vamos conhecer a história de Jan Schlichtmann, interpretado por John Travolta, um advogado que, junto a outros profissionais, só entra em causas que proporcionem algum tipo de lucro — o que não significa, necessariamente, que ele pretende ganhar o julgamento.

A reviravolta acontece quando um dos casos que ele assume passa a transformar o seu modo de pensar e agir, levando-o a colocar as reais necessidades de seus clientes à frente da busca pelo dinheiro.

É uma narrativa interessante, pois promove uma verdadeira reflexão acerca de valores como a honestidade, o comprometimento e a busca pela verdade, que devem nortear as ações dos advogados, independentemente do seu ramo de atuação.

3. Hotel Ruanda (2004)

Dirigido por Terry George, “Hotel Ruanda” constrói uma narrativa inspiradora que tem como plano de fundo os conflitos políticos e civis vivenciados em Ruanda no ano de 1994 e que vitimaram centenas de milhares de pessoas.

Em meio à miséria e à falta de apoio político e financeiro de outros países, pequenas atitudes eram suficientes para ajudar os mais necessitados, e é Paul Rusesabagina, um gerente de hotel magistralmente interpretado por Don Cheadle, que faz um grande ato: abriga mais de 1 mil pessoas no local durante o conflito.

O filme nos mostra como uma única pessoa pode fazer a diferença na vida de muitas outras, transformando o seu destino de forma positiva mesmo em meio às adversidades; uma lição valiosíssima para advogados em todas as etapas da carreira.

4. 12 homens e uma sentença (1957)

Mais do que um filme sobre direito, “12 homens e uma sentença” é um clássico do cinema internacional e, por isso, não poderia ficar de fora da nossa lista!

Dirigida por Sidney Lumet, a obra conta com as grandes atuações de Henry Fonda e Martin Balsam e parte de uma complexa questão: podemos declarar culpada uma pessoa acusada de matar o próprio pai quando onze pessoas — de um júri composto por doze — não querem acreditar em sua inocência?

Nesse cenário, o que pode fazer a diferença no veredito final é a predisposição de apenas um dos jurados para aprofundar as investigações, a fim de atestar se o réu é, de fato, responsável pelo crime. Para os futuros advogados, a dica é prestar atenção às habilidades de persuasão e argumentação que o profissional do direito deve ter e que são destacadas ao longo do filme.

5. Erin Brockovich — uma mulher de talento (2000)

Todo julgamento exige que o advogado se mantenha plenamente envolvido com o caso, avalie todas as possibilidades de ajudar o seu cliente e esteja sempre preparado para lidar com possíveis reviravoltas no meio do caminho.

O que vemos nesse filme, porém, é a história de uma arquivista que não era formada em direito, mas que, ao descobrir que uma grande fornecedora de gás e eletricidade vinha contaminando a água de uma pequena cidade, parte em defesa dos habitantes.

Passando à frente de advogados que não demonstraram qualquer interesse pelo caso, Erin conseguiu abrir uma ação na Justiça para que a empresa fosse devidamente penalizada. O filme, dirigido por Steven Soderbergh, é baseado em uma história real e conta com a atuação de Julia Roberts em um dos papéis mais marcantes de sua carreira.

6. Um sonho de liberdade (1994)

“Um sonho de liberdade” não só vai compartilhar detalhes de um julgamento, como vai permitir que você conheça melhor o funcionamento do sistema prisional americano — o que o torna ainda mais interessante para quem pensa em seguir carreira em direito penal.

A obra conta a situação vivida por Andy Dufresne (Tim Robbins), um banqueiro acusado de matar a esposa. Após ser condenado a prisão perpétua, ele tem que encontrar meios de se acostumar à nova realidade e acaba criando laços com outro preso, Ellis Boyd Redding (Morgan Freeman), que recebeu a mesma sentença.

Baseado em uma história de Stephen King, o drama teve sete indicações ao Oscar e, apesar da baixa bilheteria em seu lançamento, hoje é aclamado pelo grande público.

7. Legalmente loira (2001)

Quem disse que uma comédia não pode nos trazer boas lições sobre a profissão de advogado? Em “Legalmente loira”, conhecemos a trajetória de Elle Woods (Reese Whiterspoon), uma garota que tinha tudo — dinheiro, beleza e prestígio —, mas que, ao ser deixada pelo namorado perfeito por ser fútil e sem perspectivas, decide provar a todos que era mais do que “um rostinho bonito”.

Decidida a surpreender aqueles que não acreditavam em seu potencial, Elle é aprovada em Harvard, uma das faculdades de direito mais prestigiadas dos Estados Unidos, e dribla diversos desafios para investir em sua carreira profissional.

O filme nos ensina a perseguir os nossos sonhos e nos mostra que, com esforço e dedicação, podemos conquistar nossos objetivos. Por isso, se a sua intenção é estudar em uma instituição de renome, invista nos estudos e não desista!

8. O silêncio dos inocentes (1991)

Dirigido por Ridley Scott e estrelado por Anthony Hopkins e Jodie Foster, “O silêncio dos inocentes” é baseado no livro homônimo de Thomas Harris e se tornou um dos filmes mais marcantes das últimas décadas.

Nele, conhecemos o famoso serial killer Hannibal Lecter (Anthony Hopkins). Preso por crimes de assassinato e canibalismo, Hannibal é procurado pela agente do FBI Clarice Starling (Jodie Foster) para ajudá-la a prender outro assassino, conhecido como Buffalo Bill.

Para desvendar como funciona a mente de um assassino violento e extremamente inteligente, Clarice se envolve em uma perigosa relação de manipulação com Hannibal, que planeja usá-la para sua fuga. A relação entre o criminoso e uma profissional da Lei traz boas lições aos aspirantes ao direito que, em suas carreiras, precisarão lidar com indivíduos perigosos de forma estratégica e cautelosa.

9. Seven — os sete crimes capitais (1995)

Estrelado por Brad Pitt, Morgan Freeman e Gwyneth Paltrow, e com direção de David Fincher, o filme “Seven — os sete crimes capitais” conta a história da dupla de policiais David Mills e William Somerset (formada por Pitt e Freeman, respectivamente), que precisa desvendar uma série de assassinatos que ocorrem na cidade e que, inicialmente, não têm nenhuma ligação.

Com o tempo, eles começam a enxergar as conexões entre os crimes e descobrem que são cometidos por um assassino em série que mata suas vítimas de acordo com cada um dos sete pecados capitais.

No filme, Mills é um jovem policial, enquanto Somerset já está prestes a se aposentar. Além de mostrar os detalhes de uma investigação criminosa, Seven também mostra como a parceria entre diferentes perspectivas pode ajudar a solucionar um crime.

10. O sol é para todos (1962)

“O sol é para todos” é um clássico do cinema americano baseado no livro de Harper Lee. Dirigido por Robert Mulligan, o filme rendeu ao protagonista Gregory Peck o Oscar de melhor ator e se passa na década de 30, em uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos dominada pelo racismo.

A narrativa é baseada na perspectiva dos filhos de Atticus Finch (Peck), um advogado liberal que assume a defesa de Tom Robinson (Brock Peters), um jovem negro acusado de estuprar uma mulher branca. Apesar das críticas e reprovações da população local, Finch se mantém convicto em sua postura como advogado de Robinson, por acreditar em sua inocência.

O filme é uma grande lição para quem decide seguir a carreira de advocacia, mostrando como a persistência é importante quando é preciso lutar em cenários totalmente desfavoráveis.

11. O segredo dos seus olhos (2009)

Estrelado pelo ator Ricardo Darín e dirigido por Juan José Campanella, “O segredo dos seus olhos” é baseado na obra literária “La pregunta de sus ojos”, de Eduardo Sacheri, e se tornou um clássico do cinema argentino contemporâneo.

No filme, Benjamin Esposito (Ricardo Darín) é um oficial de Justiça recém-aposentado que dedica seu tempo a escrever um livro relatando uma tragédia que presenciou em sua juventude: o estupro e assassinato de uma jovem.

Nesse período, Esposito reencontra o marido da vítima, que promete ajudar a encontrar o culpado do crime. Assim, a investigação é reaberta, trazendo à tona reflexões como as falhas nas averiguações judiciais que levaram ao fechamento de um caso sem solução e as consequências da justiça feita com as próprias mãos.

12. O advogado do diabo (1997)

Dirigido por Taylor Hackford e estrelado por Keanu Reeves e Al Pacino, “O advogado do diabo” levanta uma questão de muita relevância no mundo jurídico: os princípios éticos na advocacia.

O filme conta a história de Kevin Lomax (Keanu Reeves), um advogado que se orgulha de jamais ter perdido um caso em toda sua carreira. Ao ser contratado por John Milton (Al Pacino), dono de uma grande empresa de advocacia de Nova York, ele se muda para a cidade com a esposa.

Na trama, que envolve problemas familiares, ambição e desaparecimentos misteriosos, o que chama atenção dos estudantes de direito é o empenho de Lomax para defender um cliente acusado de triplo assassinato.

13. Carandiru (2002)

Em meio a tantos bons filmes para estudantes de direito, o cinema nacional não poderia ficar de fora da nossa lista! Pensando nisso, vamos destacar aqui a produção “Carandiru”, uma das mais marcantes dos últimos anos e que merece uma atenção especial não apenas pelas atuações, mas também pelo enredo.

Com direção de Hector Babenco e a presença de atores como Rodrigo Santoro, Lázaro Ramos, Wagner Moura e Luiz Carlos Vasconcelos, a história é baseada no livro homônimo de Dráuzio Varella, no qual o médico relata suas experiências durante os anos em que trabalhou no ambulatório de um dos maiores presídios do Brasil.

O enredo se baseia nas relações que Dr. Dráuzio (Luiz Carlos Vasconcelos) constrói com seus pacientes, nos relatos que ouve deles e no dia a dia da prisão. O filme mostra de forma bastante realista a precariedade do sistema prisional brasileiro, os altos índices de violência e a superlotação das cadeias — uma realidade que todo o profissional de direito precisa conhecer.

14. A vida de David Gale (2003)

O filme do diretor Alan Parker estrelado por Kevin Spacey e Kate Winslet tem como tema central uma questão polêmica em todo o mundo e bastante interessante para os estudantes de direito: a pena de morte.

Em “A vida de David Gale”, Spacey interpreta o personagem que dá nome à produção, um professor universitário que é ativista contra a pena de morte no país. Com a morte de uma colega de trabalho, David se vê acusado pelo crime e sentenciado à pena contra a qual lutou durante toda a sua vida.

Diante disso, a jornalista Elizabeth Bloom (Kate Winslet) decide escrever sobre o caso, investigando a vida de David Gale e buscando compreender o funcionamento do sistema judicial americano.

15. O mercador de Veneza (2004)

Baseado em um dos grandes clássicos de William Shakespeare, “O mercador de Veneza” é dirigido por Michael Radford e traz às telas grandes nomes como Al Pacino, Joseph Fiennes e Jeremy Irons para contar a história de uma disputa entre um agiota judeu e um mercador cristão.

Tudo começa quando Bassanio (Joseph Fiennes) pede ajuda financeira a Antonio (Jeremy Irons) para cortejar a herdeira de um rico homem da cidade de Veneza. Na tentativa de ajudar o amigo, Antonio pede um empréstimo ao judeu Shylock (Al Pacino), oferecendo um pedaço da própria carne caso o valor não fosse pago.

Quando os empreendimentos de Antonio no exterior falham, o mercador e o agiota levam o caso à corte para que a Justiça seja executada, levantando importantes discussões para os profissionais do direito, passando por temas como preconceito, antissemitismo e os limites das decisões judiciais.

16. As duas faces de um crime (1996)

A produção dirigida por Gregory Hoblit e protagonizada pelos atores Richard Gere e Edward Norton chama a atenção para uma discussão importante na área do direito: a necessidade de vencer a qualquer custo e a supervalorização do status do advogado.

Para demonstrar as implicações trazidas por essas questões, o filme aborda a história de Martin Vail, um profissional rico e bem-sucedido que se propõe a defender um jovem acusado pelo assassinato de um arcebispo de Chicago.

O crime choca a cidade e mobiliza a opinião pública, mas o advogado decide assumir o caso sem cobrar honorários, apenas pela oportunidade de aparecer nas manchetes e alavancar a sua carreira.

17. Filadélfia (1993)

Quando o jovem e talentoso advogado Andrew Beckett, interpretado por Tom Hanks, descobre que foi demitido por ser portador do vírus HIV, tem início uma verdadeira batalha por justiça, na tentativa de processar a tradicional firma da Filadélfia responsável pela exoneração de seu cargo.

Para ajudá-lo nesse desafio, ele contrata o advogado Joe Miller, vivido por Denzel Washington, que precisa encarar os próprios medos e preconceitos para defender Andrew e garantir a vitória nos tribunais.

Além de abordar com maestria questões polêmicas para a época, como a homossexualidade, o filme ainda traz a relação entre os profissionais do direito, sendo uma verdadeira aula para quem quer ingressar na carreira.

18. Negação (2016)

Essencial entre os filmes para estudantes de direito, “Negação” tem como centro uma grande disputa nos tribunais entre a pesquisadora Deborah E. Lipstadt e o historiador David Irving, interpretados por Rachel Weisz e Timothy Spall, respectivamente.

Na trama, Irving publica um livro afirmando que o holocausto foi apenas uma invenção dos judeus para aumentar seus lucros, colocando em xeque o extermínio de milhares de pessoas durante a Segunda Guerra Mundial. Ele processa a estudiosa por difamação, que critica a postura de negação do escritor.

Baseada em fatos reais, a produção demonstra a importância de uma boa retórica para a apresentação e defesa de ideias e o quanto o potencial de argumentação pode fazer a diferença no universo do direito.

19. Minority report (2002)

Baseada em um conto do escritor Philip K. Dick, a trama de “Minority report” aposta na visão de uma sociedade futurista que pretende zerar a ocorrência de assassinatos por meio da criação de uma divisão pré-crime da polícia.

A partir das visões de futuro de três humanos denominados precogs, seria possível ter conhecimento dos crimes antes que eles ocorressem, possibilitando uma prisão antecipada dos culpados.

Com direção de Steven Spielberg, o filme é estrelado por Tom Cruise e tem um roteiro altamente dinâmico, combinando elementos de suspense e ficção científica para trazer aos futuros advogados temas importantes como o livre-arbítrio, o papel do governo na proteção dos cidadãos e os perigos que um julgamento antecipado pode trazer para a sociedade como um todo.

Esperamos que as nossas sugestões possam aumentar o seu interesse pelo direito e dar uma força extra à sua escolha profissional. O segredo é prestar atenção às narrativas e ao papel de cada personagem para descobrir como eles poderão ajudá-lo em sua carreira.

E se você gostou das nossas dicas de filmes sobre direito, aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e convide os amigos para a sessão!

1 comentário

Deixar comentário.

Share This
0