Carreiras

Teste vocacional: vale mesmo a pena fazer um?

teste-vocacional-vale-mesmo-a-pena-fazer-um.jpeg

Não é nada fácil escolher a profissão que, pelo menos teoricamente, exerceremos ao longo de toda a vida. Para tomarmos essa importante decisão, precisamos não apenas ter informações sobre os diferentes cursos superiores, mas também conhecer a nós mesmos, de maneira a perceber com qual carreira temos maior identificação e afinidade.

Diante desse contexto, o teste vocacional surge como uma poderosa ferramenta de apoio. E foi para ajudar você a dar mais um passo no caminho em busca da sua formação profissional, preparamos este post.

Nele, você vai encontrar informações valiosas sobre o teste vocacional, tais como: o que é esse instrumento, para que serve, quais as suas vantagens e que fatores ele avalia. Também descobrirá se realmente funciona e de que maneira é feita a sua aplicação. Não perca tempo e confira agora mesmo!

O que é e para que serve um teste vocacional?

Um dos significados da palavra vocação diz respeito à tendência ou inclinação para algo, ou seja, tem a ver com as disposições que temos para desempenhar determinadas ações, entre as quais estão aquelas relativas às atividades profissionais.

Seguindo esse raciocínio, um teste vocacional está diretamente ligado à avaliação das aptidões, habilidades, preferências e propensões que cada um tem para atuar no trabalho.

O teste vocacional faz parte, portanto, do que é chamado de orientação vocacional — um conjunto de teorias e técnicas elaboradas e usadas para dar suporte especializado no processo de escolha de uma profissão.

Trata-se de instrumentos por meio dos quais é possível identificar e analisar condições que ajudam no estabelecimento de um perfil pessoal e sua associação a carreiras com as quais haja compatibilidade. Nessa perspectiva, um teste vocacional tem a função de orientar o estudante durante o processo de escolha da profissão que pretende seguir.

Essa testagem permite que o futuro universitário conheça melhor os seus valores, interesses, motivações, competências e expectativas, de modo a obter informações importantes que podem servir de base para que ele descubra qual a sua vocação no mundo do trabalho.

Quais as vantagens do teste vocacional para a escolha da carreira?

O teste vocacional permite que a pessoa que o realiza aprofunde os conhecimentos que tem sobre si mesma, perceba com mais clareza a adequação de certas possibilidades de carreira à sua personalidade e pense melhor sobre as suas expectativas profissionais.

Em conjunto, essas três vantagens já configuram bons motivos para apostar nesse tipo de orientação, mas ainda existem outras que complementam o diferencial da testagem. Os demais benefícios trazidos pelo teste vocacional estão relacionados à estimulação da capacidade de reflexão e às descobertas.

Essa ferramenta tem potencial para indicar carreiras que o estudante já esperava, mostrar profissões nas quais o aluno ainda não havia pensado e pode gostar, ampliando o seu leque de opções, ou mesmo surpreender o futuro universitário com alternativas que ele sequer sabia que existiam.

Assim, por ser capaz de mostrar diferentes dimensões da personalidade e variadas possibilidades de atuação profissional, o teste vocacional ajuda a dar maior precisão na escolha feita.

Ele aumenta as chances de acerto do estudante quanto à decisão tomada e, em consequência, diminui consideravelmente a probabilidade de ele fazer um curso superior só por modismo ou seguir uma carreira com a qual não se identifica.

Que elementos o teste é capaz de avaliar?

Antes de indicar quais os elementos o teste vocacional tem capacidade para avaliar, é necessário esclarecer que os profissionais responsáveis e competentes para fazer esse tipo de trabalho são os psicólogos.

Por dominarem teorias de personalidade, conhecerem a fundo as técnicas de orientação profissional e terem habilidades interpessoais aguçadas, só os psicólogos podem dar suporte à escolha da carreira.

Desse modo, com base na sua formação especializada e a partir do teste vocacional que foi aplicado, esse profissional avalia traços de personalidade do estudante, suas preferências, bem como os anseios que possui no contexto do trabalho e na vida pessoal.

Também identifica e analisa as principais habilidades do aluno e as limitações que podem interferir no desempenho das atribuições de uma determinada profissão.

Os testes vocacionais funcionam mesmo?

Ao levarmos em conta que esse instrumento tem como finalidade auxiliar a pessoa que está no processo decisório relativo à escolha profissional, ele realmente funciona. No entanto, é importante ficar claro que os resultados de um teste vocacional não podem ser os únicos fatores considerados na hora da escolha.

É preciso também que o próprio estudante se analise, reflita sobre as suas condições e pense no que quer para o futuro. Além disso, os testes vocacionais que, de fato, alcançam os objetivos a que se propõem são aqueles aplicados por profissionais especializados e que têm como base fundamentação teórica adequada e avaliação técnica.

Por mais que exista uma enormidade de testes disponíveis na internet, na maioria das vezes eles não são confiáveis, já que suas análises são rasas e não supervisionadas, o que os tornam inválidos.

Como eles são aplicados?

A depender de como trabalha, o psicólogo pode utilizar diferentes mecanismos, logísticas e modos para fazer o teste vocacional com a pessoa que pretende fazer a escolha profissional.

Em média, são aplicados — em sessões individuais ou em grupo — dois instrumentos específicos de avaliação, os quais abrangem dinâmicas, questionários, práticas de vivência, entrevistas, testes de personalidade e testes de raciocínio. Por meio dos instrumentos utilizados no processo de testagem, o profissional da área de psicologia é capaz de extrair do estudante as informações necessárias que vai analisar.

De posse desses dados, o psicólogo realiza as devidas avaliações e, então, elabora um laudo técnico que contém indicações de características e habilidades profissionais que são compatíveis ao perfil do aluno.

Como mostramos ao longo do texto, o teste vocacional pode ser um forte aliado de quem está se decidindo sobre qual faculdade fazer. Assim, se realizado de forma adequada, em locais de confiança, a partir de materiais de qualidade e com o suporte de profissionais competentes e especializados, essa eficiente ferramenta da orientação vocacional não só vale a pena, mas é um diferencial na hora de escolher a profissão.

Já conhecia todas essas informações sobre teste vocacional? Continue bem informado assinando a nossa newsletter!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Deixar comentário.

Share This