Carreiras Estudos

Qual profissão escolher? 7 opções para quem gosta de matemática!

qual-profissao-escolher-7-opcoes-para-quem-gosta-de-matematica.jpeg

Vai chegando o fim do ensino médio e, com ele, um monte de dúvidas sobre qual profissão escolher. Na hora de tomar essa complicada decisão, uma boa estratégia é uma profunda autorreflexão sobre quais temas e disciplinas tem mais afinidade.

Assim, se você é apaixonado pela matemática, por exemplo, já deve ter se sentido na contramão da maioria das pessoas, não é mesmo? Afinal, as contas são temidas por muita gente por ser um tópico bastante desafiador.

Justamente por isso, os profissionais que dominam os números e que são capazes de realizar análises quantitativas são muito valorizados no mercado de trabalho, e em áreas bastante amplas.

Isso porque a matemática é fundamental para o desenvolvimento de muitas ciências. Além disso, sua aplicabilidade e raciocínio lógico são decisivos na resolução de problemas bem diversos.

Quer saber a profissão que mais se adequa ao seu perfil? Neste post, vamos mostrar algumas opções para os fanáticos pela matemática! Confira:

1. Administração

Se você gosta dos números, mas não abre mão de pensá-los em relação aos aspectos humanísticos, o curso de Administração pode ser uma boa pedida.

O profissional dessa área é responsável por gerenciar recursos materiais, humanos e financeiros de instituições públicas e privadas.

Por isso, ele planeja estratégias, definindo metas e formas de atingi-las. Assim, a matemática é uma preocupação constante em sua rotina diária.

Nesse curso, são várias as matérias ligadas a ela como cálculo, estatística, matemática financeira e métodos quantitativos aplicados.

Em seu trabalho, o administrador utiliza os fundamentos matemáticos para aprimorar o desenvolvimento da empresa, buscando formas de minimizar os custos e maximizar o retorno financeiro. Cabe a ele identificar problemas e soluções, tendo capacidade de liderar a equipe.

2. Ciências Contábeis

A carreira de contábeis está muito associada aos aspectos da administração, mas esse curso possui peculiaridades importantes.

O contador é o responsável pelos números da empresa e, por isso, tem de considerar cuidadosamente os gastos e despesas, projetando-os em contextos regionais, nacionais e internacionais.

Assim, cabe a ele fazer os registros de todos os capitais do negócio para interpretar o estado financeiro e auxiliar nas decisões mercadológicas. Qual a melhor hora de investir? É o momento da empresa se expandir? Como minimizar os efeitos de uma crise? Ele pode atuar ainda como consultor e auditor, prevendo em combatendo fraudes e práticas ilícitas.

A matemática está, portanto, na base da grade curricular do curso, em matérias como contabilidade de custos, gestão tributária, contabilidade gerencial e auditoria contábil. Algumas instituições de ensino permitem uma dupla diplomação, em Administração e Ciências Contábeis, o que pode ser um grande diferencial para o seu currículo.

3. Automação Industrial

Uma graduação relativamente recente é a de Automação Industrial. Nela, você poderá associar sua paixão pelos números no desenvolvimento e criação de máquinas para a indústria.

O profissional dessa área é o responsável por projetar equipamentos e desenvolver componentes robóticos essenciais para a modernização de fábricas que constroem automóveis, aviões, computadores, e quaisquer tipos de aparelhos eletrônicos.

Ele atua ainda na produção e instalação de softwares, bem como na programação e manutenção das diversas máquinas que compõem uma linha de produção.

A grade curricular depende muito de matérias associadas aos cálculos, como estatística, álgebra e lógica.

4. Arquitetura e Urbanismo

A matemática é uma disciplina essencial também para os cursos de Arquitetura e Urbanismo. Afinal, cabe ao profissional dessa área planejar e desenhar espaços com vistas ao seu melhor aproveitamento.

Por isso, aspectos estéticos, funcionalidade e segurança das construções são pensados a partir de proporções, escalas e medidas que requerem um alto grau de precisão. Desse modo, o gosto pelos aspectos matemáticos deve estar aliado a conhecimentos como a arte e a engenharia.

O arquiteto tem que ser capaz, portanto, de propor soluções inovadoras e criativas para melhorar as relações das pessoas com as distintas construções. Na faculdade, você estudará desenho arquitetônico, cálculo, geometria gráfica e estatística!

5. Engenharias

A engenharia é uma área muito diversa, que possui mais de 35 cursos diferentes. Entretanto, não importa o tipo (civil, sanitária, florestal, mecatrônica ou qualquer outra), a matemática está no fundamento dessa prática profissional.

Desse modo, o engenheiro aplica vários conceitos matemáticos para criar, implementar e solucionar problemas na construção de edificações e equipamentos diversos.

Busque, portanto, qual especialidade da engenharia associa seu interesse pelos números ao desenvolvimento de temas que você possui maior afinidade.

Mas saiba que, no curso, você precisará de matemática até em matérias como química, geometria analítica, física e cálculo numérico.

6. Estatística

Cada vez mais a estatística vem se posicionando como uma disciplina fundamental para auxiliar empresas e governos a tomarem decisões corretas, a partir de dados interpretados e transformados em números.

Esse levantamento, processamento e visualização de dados permite a diminuição dos erros, ao ofertar soluções com o máximo de certeza baseada em variáveis históricas.

Além disso, o estatístico pode atuar, por exemplo, na realização de experimentos científicos, traçando probabilidades de doenças genéticas, no controle de epidemias e na prevenção de enfermidades.

Matérias como probabilidade, álgebra linear, cálculo e análise de dados ajudarão na coleta e processamento de informações, bem como na confecção de gráficos.

7. Matemática

Agora, se você é um apaixonado por matemática puro sangue e deseja dedicar-se de forma integral ao estudo dessa ciência específica, há opções de licenciatura e bacharelado.

O bacharelado prepara os profissionais para usar o raciocínio lógico, analisar e formular teorias, testando hipóteses e buscando formas para efetivá-las no mundo prático. O bacharel estará capacitado para o trabalho científico e na matemática aplicada. Quem sabe daqui a alguns anos você poderá dar nome a uma fórmula ou teorema?

Já a licenciatura vai formar docentes para atuarem no ensino médio e fundamental. Se você gosta de matemática é porque, provavelmente, teve professores que inspiraram e promoveram essa sua aptidão. Como licenciado você também poderá servir de exemplo para futuros alunos!

Ao longo da graduação você se vai usufruir de matérias como cálculo I, II e III; algoritmos, fundamentos de matemática, teoria dos números, álgebra I, II, III e IV. Uma tentação para quem é fanático por números, não é mesmo?

Como vimos, gostar de matemática vai te abrir muitas portas. É só analisar bem as possibilidades e não ter medo de tomar a decisão correta! Curtiu as nossas dicas e já sabe qual profissão escolher? Comente agora mesmo que profissão te chamou mais atenção!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Deixar comentário.

Share This