Ciências Contábeis

O que é contabilidade gerencial e como ter sucesso nesse cargo?

o-que-e-contabilidade-gerencial-e-como-ter-sucesso-nesse-cargo.jpeg

Entre as diversas áreas de atuação do profissional graduado em ciências contábeis e habilitado pelo respectivo conselho de classe, temos a função da contabilidade gerencial. Crescente nas empresas, essa atividade vem se transformando em uma ferramenta de gestão que leva as empresas a outro nível de faturamento e lucratividade.

Pensando na importância que a contabilidade gerencial possui e a crescente expansão dessa atividade nas empresas, resolvemos escrever este artigo. Nele, você descobrirá tudo sobre essa área, a sua importância, e o profissional habilitado para exercer a função. Confira!

O que é a contabilidade gerencial e qual a sua função nas empresas?

Contabilidade gerencial é um procedimento que visa mensurar e analisar as informações financeiras e contábeis utilizadas pela gestão da empresa nos trabalhos de planejamento e controle do negócio, assegurando, assim, o uso apropriado dos seus recursos.

Ela pode ser definida como um conjunto de técnicas contábeis e procedimentos gerenciais — como a contabilidade de custos, financeiras e análise de demonstrações contábeis — que são combinadas para oferecerem informações precisas e valiosas para os gestores.

Ela realiza a alimentação de planilhas, relatórios e fornece outras ferramentas para realizar comparações e demais análises sobre a situação financeira de uma empresa, confrontando o período atual com anos anteriores.

De posse dessas informações, a gestão empresarial tem um guia completo para tomar decisões sobre os melhores momentos para realizar investimentos, projeções para o futuro, aumentar o MIX ou aprimorar produtos existentes, verificar questões tributárias, entre outras atividades.

Além de fornecer informações para nortear a tomada de decisões importantes para uma empresa, a contabilidade gerencial também tem a função de realizar o planejamento de um negócio.

Essa ação tem o objetivo de alcançar um controle contábil e financeiro eficaz, de modo que esses setores possam ser mais bem organizados, possibilitando que a administração seja capaz de visualizar com mais clareza todos os atos e fatos praticados no âmbito empresarial.

Quais são os usuários da contabilidade gerencial?

As informações geradas pela contabilidade gerencial não se restringem somente aos empresários, gestores ou administradores da empresa, existem outras pessoas que necessitam desse tipo de informações, são os chamados usuários da contabilidade gerencial.

Podemos dividi-los em dois grandes grupos, o primeiro, os usuários externos, são aqueles que não fazem parte do quadro societário ou colaborativo da empresa, mas que, por algum motivo, têm interesse nos demonstrativos elaborados pela contabilidade gerencial.

Entre eles podemos citar os bancos, fornecedores, credores diversos, investidores ou aqueles que se aventuram no mercado de ações, caso a empresa comercialize ativos na bolsa de valores.

Os usuários internos são os proprietários, gestores, administradores e até mesmo os funcionários que necessitam de informações sobre a contabilidade e finanças da empresa para tomar alguma decisão importante, que refletirá no crescimento e sucesso do negócio.

Qual a importância da contabilidade gerencial nas empresas?

Como você pode perceber, a principal função da contabilidade gerencial é gerar informações para a tomada de decisões, no entanto, a sua importância não para por aí. Ela também fornece uma espécie de fotografia, um demonstrativo real da situação financeira e patrimonial de uma empresa.

Ao ter acesso a esses dados, a alta administração de um negócio tem em mãos relatórios em que constam o histórico de sua empresa, sua evolução ao longo dos anos de exercício das atividades e a situação atual. Assim, é possível verificar se houve crescimento ou declínio, bem como analisar os fatores que contribuíram para isso.

Em termos de gestão empresarial, a contabilidade gerencial surge como uma forma de driblar momentos de crise ou recessões econômicas, como o que foi vivenciado entre 2016 e 2017.

Ela pode apresentar diversas alternativas para reduzir custos de produção, vendas ou prestação de serviços, sem prejudicar as operações da empresa, podendo, inclusive, otimizar a operação em alguns departamentos.

Ela também é importante para auxiliar os gestores na avaliação de negócio por meio de ferramentas não financeiras, dominadas pelos profissionais que exercem essa função como o Valor Econômico Agregado (EVA) ou o Valor Agregado de Mercado (MVA).

Não podemos deixar de mencionar a importância que a contabilidade gerencial tem na apuração de impostos bem como nas informações prestadas aos órgãos de arrecadação e fiscalização tributária. Sabemos que a legislação fiscal muda com frequência e novas formas de tributação e obrigações acessórias são criadas a cada ano.

Dessa forma, a contabilidade gerencial também é importante para adequar a empresa às questões fiscais exigidas pelos órgãos tributantes, bem como evitar que a Legislação seja descumprida, diminuindo o risco para a empresa, no que se refere a sanções fiscais e multas.

Qual o profissional habilitado a exercer a função de contabilidade gerencial nas empresas?

Como se trata de uma área de atuação da contabilidade, o profissional habilitado para desenvolver as funções dessa atividade deve ser o Contador, ou seja, o bacharel em curso superior na área de Ciências Contábeis, devidamente inscrito no seu conselho de classe, Conselho Regional de Contabilidade (CRC), distribuído pelos estados brasileiros.

Quando se menciona a profissão do contador, logo vem à mente das pessoas aquele profissional que cuida da escrituração fiscal, financeira e de pessoal da empresa.

Muitos ainda o enxergam como um simples guardador de livros do fisco, no entanto, esse cenário mudou radicalmente nos últimos anos, e o surgimento da contabilidade gerencial foi o principal causador dessa mudança.

Os empresários passaram a enxergar a necessidade de ter um profissional que, além de identificar e escriturar todo o tipo de informação, também tenha a capacidade de interpretar situações específicas que envolvem a contabilidade e o setor financeiro ou questões tributárias e trabalhistas que influenciam diretamente na lucratividade da empresa.

Assim, o contador passou a ser um profissional essencial para qualquer tipo de negócio. Sua atividade ultrapassa os limites da simples escrituração e guarda de livros e alcança a mais alta administração oferecendo a ela informações de altíssima qualidade que refletem a situação real de uma empresa.

Gostou deste artigo sobre a contabilidade gerencial? Que tal conhecer mais sobre essa área de atuação tão importante para o sucesso e crescimento das empresas brasileiras? Separamos um artigo contendo 9 oportunidades de atuação para os profissionais que exercem essa função!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Deixar comentário.

Share This