Administração

Carreira em administração: solucione suas dúvidas e desvende mitos

carreira-em-administracao-solucione-suas-duvidas-e-desvende-mitos.jpeg

A carreira em administração é uma das mais tradicionais e procuradas pelos estudantes no cenário acadêmico brasileiro. No entanto, nem por isso as suas características são, de fato, conhecidas por todos, principalmente por aqueles que não têm contato direto com o campo administrativo, condição que tende a gerar ideias falsas e impressões equivocadas sobre essa área profissional.

Com o intuito de contribuir para mudar tal situação e de te ajudar a tomar a decisão sobre qual profissão escolher, elaboramos este post. Nele, você vai solucionar as suas principais dúvidas sobre a carreira de administração, além de desvendar de uma vez por todas os mitos que cercam essa área do conhecimento. Não perca tempo e confira agora mesmo!

1. Entenda mais sobre a profissão do administrador

Se levarmos em consideração o que significa, ao pé da letra, a palavra administrador — que quer dizer aquele que administra algo —, já teremos uma ideia do quanto essa profissão é ampla.

Mas, ainda que seja capaz de indicar a abrangência do campo, tal definição diz muito pouco sobre as características dessa área de trabalho, sendo essencial que se entenda mais detalhadamente a profissão do administrador.

1.1. O que faz um administrador?

O administrador é o profissional cujas responsabilidades englobam o planejamento, a organização e o gerenciamento dos recursos financeiros, materiais e humanos de uma organização pública ou privada.

Suas atribuições exigem que ele atue de maneira integrada aos diferentes setores da instituição, condição que requer disposição e desenvoltura para trabalhar em equipe.

As atribuições específicas de um administrador dependem, em grande medida, do cargo que ele ocupa, o qual, de modo geral, é definido pela carreira em que está inserido, bem como, do porte e do segmento da organização em que atua.

Esses fatores são importantes porque delimitam os tipos de funções que são desempenhadas pelo profissional em sua rotina de trabalho. Nessa perspectiva, administradores que atuam em instituições de pequeno porte, por exemplo, tendem a ser responsáveis por um número maior e diversificado de atividades.

Por outro lado, profissionais que atuam em organizações maiores, como empresas multinacionais ou órgãos federais, geralmente apresentam atribuições mais especializadas e restritas a um setor ou determinados tipos de função.

Ainda que as responsabilidades profissionais do administrador estejam relacionadas à carreira que segue e ao lugar em que trabalha, é possível listar algumas funções mais gerais, que são comuns à maioria dos ramos administrativos.

O que vai ocorrer, no entanto, é que a recorrência dessas atividades vai variar de acordo com o perfil de atuação que cada profissional tem na sua rotina de trabalho.

Entre as atividades de planejamento que o administrador habitualmente desenvolve na organização em que trabalha, estão: participação de processos de seleção e de treinamento de colaboradores, tomada de decisões sobre investimentos financeiros, definição de estratégias de vendas e estabelecimento de parcerias com fornecedores.

Algumas das atribuições ligadas à organização de atividades corporativas e cuja responsabilidade está nas mãos do administrador, são: a liderança de equipes de vendas, o controle do estoque de matéria-prima e de produtos acabados, o acompanhamento da qualidade dos processos, e o controle do fluxo de caixa e capital de giro.

Estão entre as funções de gerenciamento desempenhadas pelo administrador na instituição em que atua: a supervisão do processo produtivo — principalmente em fábricas e indústrias —, a gestão do transporte de mercadorias, a coordenação de atividades financeiras e a avaliação de desempenho de funcionários.

1.2. Como é a sua formação acadêmica na faculdade?

Para ser capaz de dar conta de atividades tão variadas, como as destacadas na seção anterior, durante a sua formação, o estudante do curso de bacharelado em administração passa por uma formação bastante ampla e diversificada.

Em geral, a faculdade oferta matérias nos diferentes campos de atuação, o que possibilita ao profissional ter conhecimentos para desempenhar vários tipos de função.

Com vistas a capacitar o futuro profissional para atuar de maneira abrangente no mercado de trabalho, o curso de administração oferece disciplinas de formação básica, específica e complementar.

Entre as matérias básicas, estão as de direito, antropologia, língua portuguesa, economia, ética, matemática, interpretação de texto e redação, estatística, política, filosofia, sociologia e psicologia.

Fazem parte do grupo de matérias específicas: administração de materiais, contabilidade de custos, teoria geral da administração, finanças públicas, administração de recursos humanos, gestão tributária, análise das demonstrações contábeis, administração comercial, orçamento empresarial, planejamento estratégico, administração da produção e pesquisa operacional.

Entre as disciplinas de formação complementar, estão: inglês instrumental, empreendedorismo, organização de serviços de saúde, gestão de comércio exterior, tecnologia da informação, Língua Brasileira de Sinais, educação corporativa, gestão e sustentabilidade e administração de cooperativas.

Além de cursarem as matérias, os estudantes realizam estágio e fazem o trabalho de conclusão de curso.

1.3. É preciso fazer uma pós-graduação?

A qualificação permanente é um dos pré-requisitos para o alcance do sucesso na carreira escolhida, uma vez que possibilita a criação de maiores chances de disputa pelas melhores vagas no mercado de trabalho.

Por si só, essa condição já leva à necessidade de o profissional que atua na área da administração fazer não apenas uma, mas quantas pós-graduações forem demandadas.

Além disso, por ser um campo amplo, a administração proporciona uma capacitação de caráter generalista ao profissional graduado na área. Portanto, para que o administrador possa ter maior nível de competência teórica e de habilidades práticas em um determinado segmento de atuação, é essencial que a pessoa que exerce tal profissão se especialize nele.

Levando em conta que a administração é composta por conhecimentos provenientes de diferentes áreas e que, como será tratado ao longo do texto, permite uma série de possibilidades de atuação profissional, há muitas opções de especialização.

Nessa perspectiva, a pós-graduação a ser feita pelo administrador vai depender do tipo de inserção profissional que busca e a carreira que pretende seguir. Em geral, os profissionais formados em administração cursam pós-graduações na modalidade lato sensu, ou seja, fazem cursos que conferem a titulação de especialista.

Um tipo específico de especialização oferecido no campo administrativo é o MBA, sigla em língua inglesa que significa Mestre em Administração e Negócios, o qual consiste em uma formação que pode ter diferentes áreas de concentração.

2. Conheça 5 áreas nas quais ele pode atuar

Uma das características mais marcantes da administração é que ela tem natureza bastante híbrida, sendo formada por princípios teóricos e técnicas, não apenas do campo administrativo, mas também de outras áreas do conhecimento.

Assim, o administrador pode optar por se especializar em, pelo menos, uma delas e, então, seguir carreira em uma organização desenvolvendo atividades mais específicas.

Outra possibilidade é utilizar competências e habilidades de todas as áreas para desenvolver atribuições mais gerais, como o que, em geral, acontece em instituições de portes menores, nas quais o administrador exerce funções mais generalistas.

Na sequência, vamos tratar das 5 principais áreas em que o administrador pode atuar e para as quais é fundamental que se qualifique em cursos de pós-graduação.

2.1. Finanças

O trabalho com o planejamento, a execução e o controle financeiro de uma organização, tanto pública quanto privada, é uma das principais atribuições do administrador.

Na área de finanças, ele supervisiona e realiza funções voltadas à manutenção da saúde financeira da instituição, o que inclui atividades de contabilidade, controle de caixa, estimação de custos e previsão de faturamento.

Para exercer essas funções, é fundamental que o administrador tenha conhecimentos sólidos nas áreas de ciências contábeis, economia e matemática financeira, além de ficar atento aos concorrentes e às tendências de mercado.

O curso de graduação em administração oferece formação básica no campo, sendo recomendável fazer uma especialização.

2.2. Recursos Humanos

O manejo de pessoal, característico de qualquer tipo de organização, é outra importante responsabilidade do profissional graduado em administração.

Na área de recursos humanos, ele gerencia e supervisiona todo o processo de recrutamento, seleção, treinamento, estabelecimento de plano de carreira e atribuições de cargos, promoções e desligamentos de funcionários.

Por se tratar de uma área que lida diretamente com pessoas, é fundamental que esse profissional tenha habilidades interpessoais bem desenvolvidas, além de conhecimento aprofundado em psicologia do trabalho, teorias organizacionais e gestão de pessoas.

Assim, cursar uma pós-graduação em recursos humanos tende a aprimorar a formação básica do administrador.

2.3. Logística

Diferentemente das áreas de finanças e recursos humanos, que estão presentes em qualquer organização, a logística é um campo de atuação restrito ao ambiente industrial e fabril.

O administrador que trabalha nesse segmento gere todo o fluxo produtivo, que abrange a compra de materiais, a elaboração do produto e a sua entrega ao comprador direto, com especial preocupação quanto à estocagem e ao transporte dos itens.

Tendo em vista que o administrador deve ser capaz de garantir a eficiência do processo produtivo, é preciso que ele tenha conhecimento sobre os processos industriais, as matérias-primas envolvidas nas etapas de produção e as condições esperadas do produto desenvolvido.

Para isso, é essencial que ele alie suas habilidades gerais construídas durante o curso superior com a realização de uma especialização em logística.

2.4. Produção

Essa é outra área bastante voltada às indústrias e fábricas, porém, não restrita a elas. Ao contrário do administrador que trabalha com a logística, o profissional que se ocupa da produção não tem interesse primário na eficiência do fluxo produtivo.

Ele está focado na promoção da qualidade dos produtos criados ou dos serviços prestados, de modo a buscar estratégias para propiciar aprimoramentos constantes. Com vistas a alcançar esses objetivos, o administrador executa pesquisas de mercado e implementa melhorias no processo de produção ou prestação de serviços, por exemplo.

Essas ações demandam conhecimentos não só da cadeia produtiva e do que é produzido ou fornecido pela organização, mas também o domínio de técnicas de mensuração de qualidade e ferramentas organizacionais. Há, por sinal, especializações em produção.

2.5. Marketing

Seja qual for o ramo de atuação de uma organização, o seu sucesso está diretamente relacionado ao investimento que é feito no fortalecimento da marca. É justamente com o intuito de torná-la atrativa para o mercado que o administrador trabalha, de modo a buscar estratégias que sejam eficientes para conquistar o público-alvo da empresa.

Para isso, esse profissional lida com pesquisas de satisfação e métricas mercadológicas, além de traçar planos de ação. Considerando as especificidades dessa área, é muito importante que ele tenha conhecimentos especializados na área de marketing, publicidade e propaganda, sendo recomendável a realização de pós-graduações.

3. Conheça 11 carreiras que pode seguir

Por sua abrangência e diversidade, a área de administração permite que o profissional escolha a carreira que deseja trilhar entre uma série de possibilidades, as quais englobam os mais diversos segmentos mercadológicos e perfis de atuação.

Neste tópico, vamos indicar 11 campos profissionais nos quais o administrador pode trabalhar, de acordo com suas preferências e habilidades. Confira agora mesmo!

3.1. Administração de Empresas

Trata-se da carreira mais conhecida e ampla no campo da administração. O administrador de empresas tem como atribuição geral coordenar o funcionamento de todos os setores de uma organização, que pode ser de diferentes ramos mercadológicos.

Além disso, estará apto para desempenhar atividades que abrangem desde o gerenciamento dos colaboradores até a criação de estratégias para o fortalecimento da marca.

3.2. Administração Pública

O administrador público tem a responsabilidade de promover ações que visam o planejamento, organização e gerenciamento de instituições do governo, como hospitais, universidades, órgãos ministeriais e bancos.

Podem ingressar no serviço público por meio de concurso, o que garante estabilidade no cargo, ou por meio de eleições, seja concorrendo como candidato ou sendo indicado por um político eleito.

3.3. Administração Hoteleira

O administrador hoteleiro é o profissional que se ocupa da gestão de estabelecimentos de turismo, tais como hotéis e pousadas, flats e parques temáticos.

Nessa área, as atividades desenvolvidas abrangem a criação e a implementação de estratégias de marketing, a organização das atividades cotidianas, como supervisor de reservas, limpeza do estabelecimento e controle financeiro.

3.4. Administração Hospitalar

O administrador hospitalar se dedica às atividades de gerenciamento de instituições de saúde, como hospitais, prontos-socorros e clínicas de especialidades, além de poderem atuar em empresas que prestam convênio médico.

Entre as suas atribuições, estão a supervisão de estoque de materiais, a gestão de recursos humanos, o controle financeiro e o acompanhamento da qualidade dos serviços prestados pela instituição.

3.5. Administração de Recursos Humanos

O administrador de recursos humanos se ocupa de todo o planejamento, organização e gerenciamento de pessoal que compõe o quadro de uma instituição.

Entre as suas funções, estão o recrutamento e treinamento de colaboradores, o desenvolvimento de planos de carreira e de salários, a criação de programas de incentivo, a condução de processos demissionais e a resolução de conflitos interpessoais.

3.6. Administração de Produção

O profissional que atua na administração de produção geralmente está alocado em indústrias ou fábricas. Ele exerce funções diretamente ligadas aos processos produtivos da empresa, como o controle de estocagem de matéria-prima e dos itens fabricados, o planejamento e coordenação da distribuição dos produtos, bem como a supervisão da qualidade do que foi produzido.

3.7. Administração Rural

O profissional que opta por trabalhar com a administração rural precisa adquirir conhecimentos específicos da área, para que possa atuar de forma eficiente. Compreendem as suas atribuições a gestão geral de organizações agrícolas, pecuárias e agroindustriais, bem como o controle dos processos de produção, logística e comercialização dos itens produzidos.

3.8. Comércio Exterior

O administrador que desenvolve funções na área de comércio exterior necessita de formação complementar, sobretudo em línguas estrangeiras e mercado externo, para ser capaz de desenvolver eficientemente as suas atribuições.

Nesse campo, ele tem a responsabilidade de planejar, organizar e gerir negociações, como vendas e compras, com organizações que atuam fora do país.

3.9. Auditoria

O administrador que segue carreira como auditor se ocupa de atividades relacionadas à fiscalização tributária, financeira e organizacional de uma instituição.

Ele é responsável por acompanhar a realização de análises e exames de documentos referentes a operações executadas nos diversos setores de uma organização, com a finalidade de verificar a legalidade das ações que foram desempenhadas.

3.10. Gestão da Qualidade

O profissional que ocupa o cargo de gestor de qualidade normalmente atua em organizações que fabricam materiais ou prestam algum tipo de serviço.

Em ambos os segmentos corporativos esse administrador tem como atribuições acompanhar, supervisionar e, se necessário, intervir nos processos de fabricação de produtos ou realização de serviços, de forma a garantir o nível de qualidade desejado.

3.11. Marketing

O administrador que atua diretamente com o marketing de uma organização se ocupa de ações que objetivam promover a sua marca, de forma a fortalecê-la.

Para isso, ele define as estratégias de incursão da empresa no mercado, faz pesquisas sobre as necessidades dos consumidores, contribui para a criação de produtos que atendam aos clientes e planeja as vendas.

4. Desvende os 3 maiores mitos sobre administração

Tanto no ambiente corporativo quanto fora dele, a administração é uma área profissional bastante difundida entre as pessoas. Assim, não só o público especializado, isto é, os profissionais que atuam nesse campo ou em contextos próximos, conhece tal segmento, mas também o público leigo tem determinadas informações e impressões — que se confirmam ou não — sobre ele.

Essa realidade faz com que a área seja marcada por estereótipos e crenças falsas que, muitas vezes, interferem na escolha profissional de quem pretende ingressar em um curso superior.

Trata-se dos mitos, ou seja, de informações distorcidas ou inverídicas, que rondam o campo da administração. A seguir, vamos apresentar os principais deles para, então, desmistificá-los de uma vez por todas.

4.1. O curso dos indecisos

Não é raro que algumas pessoas acreditem que o curso de administração é ideal para quem ainda não conseguiu se decidir sobre qual carreira seguir.

Embora todo e qualquer conhecimento acadêmico possa ser útil na atuação profissional, principalmente os administrativos, que têm aplicação mais abrangente, essa faculdade não resolve o problema do estudante que está indeciso.

Para cursar administração, é necessário ter aptidão para a área, objetivos profissionais e vontade de trilhar uma carreira nesse segmento. E isso tudo requer que o aluno saiba o que quer para a sua vida, além de exigir que ele conheça o que um administrador faz e quais são as possibilidades de atuação nesse campo do conhecimento.

4.2. Uma graduação fácil

Uma ideia bem recorrente entre pessoas que não conhecem a área de administração é a de que o curso de graduação é fácil — saiba que engana-se quem pensa isso.

Assim como todos os cursos superiores existentes, a graduação em administração tem disciplinas de maior nível de complexidade, mas que podem ser aprendidas, e outras mais básicas ou que exigem menor quantidade de conhecimentos prévios por parte do aluno.

O fato é que, se o estudante não se dedicar, dificilmente conseguirá concluir o curso e, consequentemente, entrar no mercado de trabalho. A graduação em administração pode até ser fácil, mas para aquele aluno engajado e que estuda bastante, faz muito mais do que os professores exigem. Em casos assim, é o estudante que facilita a sua formação, tornando-a muito mais proveitosa.

4.3. Área predominantemente empresarial

Já faz algum tempo que a maioria dos cursos de administração do país era denominada de administração de empresas. Isso fez com que as pessoas acreditassem que a graduação na área fosse destinada essencialmente para a gestão de organizações privadas e com fins comerciais.

No entanto, esse é um grande mito. Como abordamos em tópicos acima, o curso de administração prepara para a atuação profissional em diversas áreas, nas quais, obviamente, estão as organizações comerciais privadas, mas também os órgãos públicos, as empresas estatais, os estabelecimentos rurais e muitos outros.

Neste post, mostramos para você as principais características da administração, além de desvendarmos os mitos mais recorrentes que estão associados à área. Como foi possível observar, a formação acadêmica e o mercado de trabalho são muito amplos, característica que faz desse campo profissional bastante variado, em termos de atividades e funções a serem desempenhadas.

A carreira em administração é uma excelente opção para quem está no processo de escolha da faculdade que cursará. Suas diferentes áreas de atuação e a alta demanda mercadológica que ela possui, fazem dessa profissão não a escolha de quem não sabe o que fazer, mas a decisão daquelas que almejam o sucesso em um campo de trabalho abrangente, versátil e com muitas possibilidades de atuação.

Agora que você tirou algumas das suas dúvidas sobre o curso, decidiu seguir carreira em administração? Então, entre em contato com a Faro e fique por dentro da nossa graduação!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Deixar comentário.

Share This