Carreiras

A caminho da nota 1000: tudo que você precisa saber sobre o ENEM!

a-caminho-da-nota-1000-tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-o-enem.jpeg

Chegou a hora de se preparar para a próxima etapa da sua vida: o Ensino Superior. Mas para chegar lá, é preciso passar pelo ENEM: uma prova extensa, cansativa, mas que pode ser o passaporte para várias universidades no Brasil.

Alcançar a pontuação máxima nesse exame é uma tarefa difícil, mas estabelecer essa meta pode fazer você chegar mais perto do seu sonho. É por isso que, nesse post, vamos falar tudo sobre o ENEM.

Vamos ajudá-lo a conhecer melhor essa avaliação, dar dicas sobre o momento certo para começar a estudar e o que dá para fazer para quem começou a se preparar agora e está correndo contra o tempo.

Também vamos mostrar o que você deve priorizar na hora do estudo, dar uns toques valiosos sobre redação e ainda ensiná-lo a organizar seu tempo no dia da prova. Já deu para perceber que vale a pena continuar por aqui, não é mesmo? Então, siga em frente para encontrar as respostas que procura:

Como funciona o ENEM?

O Exame começou em 1998, como uma forma que o Ministério da Educação (MEC) encontrou, para avaliar o Ensino Médio no Brasil. De lá para cá, muita coisa foi aprimorada e hoje, o ENEM é considerado uma das formas mais democráticas para se chegar ao Ensino Superior no país!

O grande diferencial dessa prova, em relação a outros modelos de vestibular, é que ele busca avaliar a capacidade de interpretação do estudante, como ele relaciona as matérias que aprendeu na escola e suas aplicações na vida cotidiana.

O ENEM é uma prova tão grande quanto o Brasil, com mais de seis milhões de candidatos todos os anos e uma megaestrutura para atender os 27 estados da federação e o Distrito Federal.

As notas, além da função original de ver como anda o Ensino Médio, também podem complementar ou substituir vestibulares, através do Sistema de Seleção Unificada — SISU. Elas ainda servem como critério para obtenção de bolsas, financiamento estudantil e seleção de cotistas.

Como são as provas?

O ENEM é composto por 180 questões, divididas em dois dias de avaliação. No primeiro dia, o candidato tem 5h30 para responder a perguntas relacionadas às linguagens, ciências humanas e também redigir sua redação (uma das mudanças anunciadas pelo MEC para a edição de 2017, mas falaremos sobre isso mais a frente).

O segundo dia, com 4h30 de prova, é dedicado às áreas de conhecimento voltadas para as ciências da natureza e a matemática.

A nota é dividida em 5 áreas de conhecimento (Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Matemática) mais a redação. Cada questão é avaliada de acordo com um sistema chamado Teoria de Resposta ao Item (TRI).

Esse cálculo é feito por computador e leva em consideração o grau de dificuldade de cada questão e o desempenho geral do aluno. Isso quer dizer que duas pessoas que acertaram o mesmo número de perguntas podem ter notas diferentes!

Já os critérios da redação do ENEM seguem um padrão um pouco mais tradicional. O resultado é a média das notas de 2 avaliadores (ou 3, se a diferença entre as notas for grande).

O que muda no ENEM 2017?

A partir de 2017, a prova passa a ser feita em dois finais de semana, no domingo, e não mais em um sábado e domingo, consecutivos. A ordem das provas também foi invertida. Com isso, a redação, bem como as provas de linguagens e ciências humanas vão acontecer logo no primeiro dia.

Outra mudança é o fim da certificação. Ou seja, o ENEM não vai mais servir como comprovante de conclusão do Ensino Médio. Para evitar fraudes, a prova vai passar a ser personalizada, com o nome e o número do candidato gravados na capa.

Agora que já sabe como funciona, vamos mostrar como você deve se planejar para fazer o ENEM 2017.

Quando devo começar a estudar?

Quanto maior o tempo de preparação, maiores também são as chances de alcançar um melhor resultado. Mas para aproveitar o seu tempo, trouxemos 3 dicas fundamentais para você se organizar. Confira!

1. Objetivo = tamanho da dedicação

Ainda não sabe que faculdade vai fazer? A gente te entende! Essa decisão nem sempre é tão fácil! Até fizemos um post com algumas dicas para ajudar na escolha profissional. Mas provavelmente você já tem uma ideia das áreas de conhecimento que mais o atraem, não é? Se os seus interesses estão relacionados a cursos que são mais concorridos, significa que você vai precisar de mais tempo de dedicação aos estudos.

2. Menos intimidade com ENEM = mais tempo de estudo

Pegue uma prova de edições anteriores (dê preferência para as aplicadas de 2011 em diante) e faça um simulado. Achou fácil? Difícil? Se o grau de dificuldade para você foi muito alto, suas horas de estudo devem ser maiores. Do outro lado, tome cuidado com o excesso de confiança. Ser um ás no simulado não quer dizer que o você não precisa treinar melhor suas habilidades.

3. Planeje seu tempo

Procure se organizar para otimizar as horas do seu dia! Você pode lançar mão de várias técnicas, como fazer um quadro de horários ou construir mapas mentais para facilitar a memorização dos conteúdos. O importante é estar centrado e evitar distrações.

Como estudar de última hora

Acontece que metade do ano se passou, e só agora você conseguiu se organizar para estudar? Não entre em pânico! Com certeza seu desafio vai ser maior, mas não impossível. Procure focar na resolução de exercícios e realização de simulados. Mais à frente, vamos mostrar como estudar para o ENEM, estabelecendo prioridades.

Invista também na redação e procure treinar, redigindo dois textos argumentativo-dissertativos por semana. Leia bastante e tente aprimorar sua capacidade de interpretação. Mas não se preocupe tanto com os conteúdos extremamente atuais. É possível que a prova já esteja montada e esses assuntos fiquem de fora.

Como definir prioridades de estudo pro ENEM?

Seja seu tempo de preparação de curta ou longa duração, definir prioridades é fundamental para ver seu nome na lista das melhores notas do ENEM. Para isso, listamos algumas dicas para você incorporar em sua rotina de preparação.

Encontre o equilíbrio

Sabe aquelas questões de física capazes de consumir uma tarde inteira sem que você chegue ao resultado? Ou aquelas equações matemáticas que simplesmente não entram na sua cabeça? Deixe-as de lado!

Foi isso mesmo que você ouviu: não perca seu tempo em conteúdos muito complexos. É melhor uma hora investida em 10 questões de dificuldade média, que em 1 pergunta cabeluda.

Por outro lado, não caia na tentação de gastar muito tempo em matérias que você tem maior facilidade. Provavelmente são as que te dão mais prazer em estudar, mas esses já são pontos praticamente garantidos. Você precisa correr atrás do que vai fazer diferença no seu resultado final.

Foco nos exercícios

Gastar horas a fio lendo a teoria pode ser um grande tempo perdido. Fazendo exercícios, você vai assimilar o conteúdo de forma melhor! Se não sabe a que se refere a questão, aí sim, procure pelo texto. Na reta final, experimente fazer mais simulados, estabelecendo tempo e as condições que vai encontrar no dia da prova.

Invista tempo na redação

Tem gente que não gosta de “perder” muito tempo escrevendo redações para treinar para a prova. Mas essas pessoas se esquecem que essa parte corresponde à metade da nota final!

Isso significa dizer que, se o seu resultado nas outras áreas for mediano e a redação muito boa, sua nota final pode ser turbinada! No próximo tópico, vamos falar um pouco mais sobre como se preparar para a redação.

Como me preparar para a redação do ENEM?

Como acabamos de dizer, esse é um dos pontos de maior prioridade na preparação para o exame! Essa parte é tão importante que fizemos outro post mais detalhado sobre a redação do ENEM, com alguns caminhos para alcançar a nota 1000, que vale a pena você acessar. Aqui, vamos trazer algumas dicas básicas de preparação para começar o seu treino!

Leia mais

Isso serve não só para melhorar seu vocabulário, como também para ampliar seus conceitos, refinar sua interpretação e prepará-lo melhor para os temas que podem cair na redação.

Por isso é importante não ficar preso apenas ao noticiário da TV, mas também dar um crédito para jornais e revistas. Procure estar atento às matérias e artigos de opinião.

Desenvolva seu espírito crítico

Falando em artigos de opinião, comece a observar mais a estrutura desse tipo de texto! Use o que aprendeu nas aulas de português, literatura e redação para destrinchar o ponto de vista do articulista. Procure entender o caminho que ele percorreu para mostrar seu ponto de vista. Depois tente se posicionar diante do que leu.

Para ficar mais interessante o processo, compartilhe o texto com os amigos e façam um debate sobre o assunto com um grupo contra e outro a favor. Isso vai ajudá-lo a enxergar melhor diferentes opiniões e argumentos.

Faça um projeto de texto

Antes de começar a escrever a redação, elabore um esquema com a tese que pretende defender, os argumentos que serão utilizados em cada parágrafo e a conclusão. Essa técnica facilita a escrita e pode diminuir o tempo gasto na redação, além de dar a você uma visão geral do conteúdo a ser trabalhado.

Tenha disciplina para escrever

Estabeleça uma meta: produza uma redação por semana. Se estiver estudando por conta própria, procure temas que estão bombando na mídia e nas redes sociais. Nos dois últimos meses, você pode intensificar seu treino para duas vezes na semana. Também é importante ter alguém para corrigir seu texto e apontar as falhas.

Revise seus erros

Tão importante quanto escrever é revisitar seus textos para entender melhor onde estão as falhas. Isso vai ajudá-lo a aprimorar seu estilo e argumento. Se houverem muitos erros gramaticais, dê uma turbinada nos exercícios de português.

Caso a nota do seu exercício seja muito baixa, revise sua estrutura e argumentos, encontre uma nova abordagem e escreva sobre aquele tema outra vez.

Como me organizar no dia da prova do ENEM?

Não é todo mundo que pensa no que vai acontecer na véspera ou no dia da prova. Seja por nervosismo ou por excesso de confiança, deixar de lado essa preparação pode ser um erro grave que vai colocar em risco toda a preparação para o ENEM!

Você não quer ser uma daquelas pessoas que aparecem no noticiário porque perderam a hora e não conseguiram entrar para a prova. Então vamos organizar aqui um passo a passo para que você não caia em nenhuma cilada, seja antes, durante ou depois da prova.

Antes da prova

1.Relaxe

Você já viu algum cantor ensaiar exaustivamente horas antes de um show? Ou um corredor de 100 metros fazer uma maratona um dia antes da sua prova? Claro que não! Não adianta virar a noite estudando às vésperas do ENEM. O que passou, passou! O momento é de relaxar e pegar leve. Acorde mais tarde, pratique algum exercício físico que goste ou assista a um filme.

2.Escolha alguns conteúdos para revisar

Não tem como controlar a ansiedade? Escolha alguns assuntos para dar aquela olhada de leve. Pegue seus mapas mentais, seus esquemas de redação… Mas não entre em pânico de achar que não está lembrando de determinado assunto.

3. Alimente-se bem

Dê preferência a comidas leves — frutas, legumes e verduras devem fazer parte do seu cardápio. Nada de frituras, alimentos gordurosos ou aquele rodízio de pizza. Além de fazerem você ficar mais sonolento, podem motivar intoxicações.

4. Saiba como chegar no local de prova

Procure no Google o seu local de prova e verifique o tempo que leva para chegar lá. Leve em conta que esses mapas não costumam ser muito precisos, especialmente em condições de trânsito pesado. Trace diferentes rotas e meios de transporte para ter um plano B em caso de aperto.

5. Separe os itens que vai usar

Já deixe organizado para levar no dia da prova o seu cartão de confirmação de inscrição, folha de respostas do questionário socioeconômico e a carteira de identidade. Separe também sua caneta esferográfica preta.

É bom levar uma ou duas extras por segurança. Lembre-se que o corpo da caneta tem que ser transparente! Não é obrigatório, mas você pode levar também um biscoito e um isotônico para o local da prova.

6. Durma bem

Esqueça a baladinha com os amigos nos próximos dois fins de semana de prova. Tome um bom banho e durma cedo. Quando mais descansado estiver o seu corpo, melhor!

7.Use roupas confortáveis

Nada de shorts ou calças apertadas, camisas quentes ou sapatos de saltos. Escolha uma roupa confortável para o dia da prova.

8. Chegue com 1 hora de antecedência

Lembra do mapa (que você já deve ter pesquisado)? Faça o cálculo e saia de casa com 1 hora de antecedência. Pode parecer muita coisa, mas isso vai ser a sua salvação se acontecer algum imprevisto no trajeto. Nesse caso, vale aquela mesma máxima que a sua mãe usa quando faz muita comida: é melhor sobrar que faltar!

Durante a prova

9. Comece pela redação

Tem gente que fica tão focado em responder as questões que acaba deixando pouco tempo para fazer a redação. O resultado? Falta tempo pra revisão e pra passar a limpo. E você joga no ralo metade o valor da sua prova! Então o segredo é começar pela redação: leia o tema, os textos de apoio, monte sua estrutura e comece a escrever.

Se achar melhor, pode separar o tempo da revisão para o final da prova. Mas tome cuidado: o cansaço pode fazer você deixar passar errinhos bobos que vão descontar pontinhos preciosos!

10. Leia a pergunta primeiro

Ao começar a prova de múltipla escolha, leia primeiro a pergunta. Assim fica mais fácil para encontrar no texto de apoio a respostas que precisa. Isso pode poupar bastante tempo.

11. Faça as questões mais fáceis

Agora sim é o momento de dar o gás naqueles conteúdos que você tem maior facilidade. Encontre essas questões e responda. Sua motivação com a certeza da resposta vai dar aquele gás para seguir em frente.

12. Não sabe? Pule!

Tempo é um luxo que você não tem no ENEM. Por isso, não fique toda vida em uma questão. Se não sabe, parta para a próxima e volte naquela pergunta assim que puder. Dar um refresco do problema para a sua cabeça, pode fazê-lo enxergar a resposta mais tarde de maneira mais fácil.

13. Faça uma pausa

Se você já redigiu sua redação e/ou fez as questões que estava mais certo da resposta, é hora de dar uma pausa para respirar e colocar as ideias no lugar. Peça para ir ao banheiro, caminhe com calma e aproveite para dar uma alongada no corpo. Jogue uma água do rosto e retorne com a energia renovada.

14. Use a lógica

Volte nas questões que não soube de cara e comece a usar a lógica. Exclua as opções erradas até que sobre uma ou duas respostas. Leia mais uma vez o enunciado e procure pistas. Muitas vezes a solução se encontra no próprio texto. Só precisa de um pouco mais de esforço na interpretação.

15. Separe tempo para o gabarito

As provas têm duração de 5h30, no primeiro dia, e 4h30 no segundo. Esses 30 minutinhos finais precisam ser dedicados para o preenchimento do gabarito. Muitas vezes as pessoas perdem o controle do tempo e esquecem que precisam marcar o cartão de resposta.

E aí não adianta em nada fazer uma prova ótima. Questão não preenchida no gabarito é questão anulada!

Depois da prova

16. Dê uma arejada

Terminou a prova? Dê uma relaxada! Se achar que não vai dar conta da ansiedade da família no momento, faça uma caminhada e pare para fazer um lanche. Se esse for o primeiro dia de prova, lembre-se que você ainda tem mais uma semana pra manter o foco.

17. Controle a ansiedade

Não adianta ficar fazendo contas e mais contas. O número de questões certas, como dissemos, pode não dizer muita coisa sobre sua nota final. Agora que a prova passou, aproveite para curtir, sair com os amigos, fazer aquelas coisas que tinham sido sacrificadas pelo bem do estudo. E se não foi dessa vez, não se desespere! Tente ano que vem.

18. Fique atento a outros prazos

Você arrasou no ENEM, comemorou a rodo com a galera, seu pai já contou pra todo mundo a sua nota e então você se dá conta que passou a data para inscrição no SISU!!! E aí 90% das suas opções vão pelo ralo. Espalhe as datas importantes pela casa e coloque no aplicativo do seu celular. Não jogue fora todo seu esforço de bobeira!

À procura da batida perfeita

Procuramos nesse post contar tudo que você precisa saber sobre o ENEM para ter sucesso! Mostramos como funciona a prova, demos dicas sobre o tempo de estudo, ensinamos o que priorizar, trouxemos técnicas para treinar a redação e ainda apresentamos um passo a passo para o antes, durante e depois da prova.

Com essas informações em mãos, você tem ótimas chances para alcançar uma boa nota na prova. Mas é importante deixar claro que, quando o assunto é aprender, não existe uma receita de bolo muito definida!

Algumas pessoas possuem uma memória visual incrível e se lembram de tudo que o professor diz em aula. Outros precisam de um esforço extra para dar conta de determinadas matérias.

Quem precisa encontrar o ritmo de estudo é você! Procure se conhecer melhor, valorizar seus pontos fortes e usá-los a favor do seu futuro. Tenha em mente que vai ser um tempo difícil sim, que vai exigir alguns sacrifícios, mas, se você tem um objetivo, pode fazer seu esforço ser possível e recompensado. Basta que você acredite no seu potencial!

Agora que já sabe tudo sobre o ENEM, continue com a gente para receber mais informações sobre carreira, métodos de estudo, dicas para mandar bem na faculdade e muito mais! É só assinar a nossa newsletter e receber nossos posts em seu e-mail!

Sobre o autor

Faculdade de Rondônia

Deixar comentário.

Share This